Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Este suco destrói o mau colesterol, protege o coração e impede o envelhecimento precoce!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Junho e julho no Brasil – especialmente na Região Nordeste – é tempo de comemoração.

É tempo das festas juninas ou julinas.  

O período coincide com a safra de milho, o que faz com que essas festas tenham mesas repletas de comidas à base do cereal: bolos, pamonha, canjica…

São muitas as delícias que têm o milho como o ingrediente principal.

Infelizmente, hoje a produção de milho no Brasil é quase toda transgênica.

Mas procurando em mercados alternativos (como feirinhas de produtos orgânicos) você encontra milho não transgênico e, o melhor, sem pesticidas e outros venenos.

Vale a pena procurar o milho orgânico e até mesmo pagar mais por ele.

Quer bons motivos?

Lá vai…

O milho é um cereal muito nutritivo.

Ele é rico em aminoácidos como o triptofano e lisina, além de fósforo, magnésio, ferro, potássio, cálcio, vitaminas A, B1 e E, carboidratos, fibras e muitos outros nutrientes que são capazes de proteger o sistema reprodutor, tonificar os músculos do coração, garantir a potência sexual e ajudar o sistema digestivo.

Ele é antioxidante, ou seja, combate o envelhecimento, atua no sistema nervoso, diminui o colesterol.

O milho ainda previne a fadiga, pois é rico em carboidratos, uma excelente fonte de energia.

E quem sofre com prisão de ventre pode incluí-lo em seu cardápio, porque é rico em fibras e garante o bom funcionamento do intestino.

Procure consumir milho fresco, e não em conserva, que geralmente tem alto teor de sódio.

Em resumo, os principais benefícios do milho à saúde são:

  • prevenção à ação dos radicais livres;
  • auxilio ao funcionamento do intestino;
  • redução dos níveis do colesterol ruim;
  • redução dos níveis de glicose no sangue;
  • prevenção de problemas cardíacos;
  • fonte de betacaroteno, fibras e vitaminas;
  • ajuda a metabolizar gorduras de forma mais rápida;
  • prevenção de prisão de ventre.

O milho pode ser consumido de diversas formas: cozido, assado, como bolo, canjica, pamonha, polenta, cuscuz…

Uma receita simples e muito saborosa é o suco de milho verde.

Vamos aprender a fazê-lo?

INGREDIENTES

  • 6 espigas de milho verde
  • 2 litros de água de coco (ou de leite de cereais)
  • 3 xícaras (chá) e meia de água
  • Meia xícara (chá) de açúcar mascavo ou estévia

MODO DE PREPARO

  1. Retire os grãos das espigas cortando com uma faca.
  2. Coloque os grãos no liquidificador junto com 4 xícaras (chá) de água de coco ou leite de cereais e 1/2 xícara (chá) de água.
  3. Bata até ficar uma mistura homogênea.
  4. Passe pela peneira e coloque numa panela.
  5. Adicione o açúcar ou a estévia e leve ao fogo baixo, sem parar de mexer, por 30 minutos ou até engrossar bem.
  6. Deixe esfriar e bata novamente no liquidificador, junto com a água de coco e a água restantes.

Sirva gelado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO