Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Este cão evitou que seu dono morresse de diabetes – uma incrível e emocionante história!

Diabetes é um problema de saúde que exige bastante disciplina.

É preciso controlar bem o que se come, seguir direitinho o horário da insulina e fazer exames regularmente para saber quando os níveis de açúcar estão muito alto.

Agora imagine toda essa responsabilidade quando se trata de uma criança, certamente é mais difícil.

A história que vamos compartilhar neste post é muito bonita.

Aconteceu com Luke Nutall, um menino de 7 anos que sofre de diabetes do tipo 1.

Ele é um típico americano que vive com a família e seu cachorro, Jedi, na cidade de Glendale.

Certa noite, enquanto todos estavam dormindo, o animal sente algo estranho e corre direto para o quarto dos pais de Luke.

A mãe acordou, entendeu que algo estava errado, e cor reu para ver o filho.

Infelizmente, a criança não estava se sentindo bem, a pressão estava baixíssima.

O curioso é que Luke tinha um dispositivo que avisa quando os níveis de açúcar estão baixos, mas, daquela vez, não funcionou.

É aí que a história fica emocionante: Jedi conseguiu sentir o cheiro do perigo, através do suor do menino.

Agindo rapidamente, “o melhor amigo do homem” conseguiu salvar a vida de seu dono.

Isso não é uma mera coincidência, se é o que você está pensando.

Jedi foi treinado, como muitos outros cães, para ser uma espécie de enfermeiro, ajudando famílias como a de Luke.

Quando o animal percebe que tem algo errado com a criança, ele pega um objeto colorido e leva até os pais, que sabem imediatamente que aquele é um sinal de perigo.

Pelo cheiro, Jedi sabe se o nível de açúcar está alto ou baixo.

Se estiver alto, ele pode levantar a pata; se estiver baixo, deita-se no chão.

Há mais de três anos que Jedi trabalha ajudando seu amigo Luke.

Como recompensa, ele tem dias de presentes, abraços e muita brincadeira.

Bem merecido, não é?

Estima-se que cerca de 3 milhões de crianças e adultos, somente nos Estados Unidos, sofram de diabetes do tipo 1.

Infelizmente, nem todos podem ter um parceiro como Jedi para ajudar.

Estamos torcendo para que logo a cura seja encontrada.

Mas, até lá, seria muito bom que todos tivessem a mesma sorte de Luke – um cão amigo por perto.

Não é mesmo?

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO