Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Esta menina foi curada de artrite e lúpus eliminando estas 3 coisas de sua dieta!

Nós descobrimos esta história nas redes sociais.

E, por ser ela, além de verdadeira, muito rica em informações úteis, resolvemos compartilhar com você.

É a historia de uma menina que encontrou a cura para sua doença de forma totalmente natural e evitando determinados alimentos.

Quando o Dr. Mark Hyman viu pela primeira vez Isabel (10 anos de idade na época), ela tinha um caso grave de uma doença autoimune classificada como uma doença mista do tecido conectivo.

O diagnóstico médico incluía artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico e outras doenças semelhantes com efeitos colaterais extremamente debilitantes e que podem reduzir drasticamente a qualidade de vida.

A doença é considerada incurável e afetou todo o corpo de Isabel.

Sua pele estava inflamada e o rosto e articulações inchados.

Isabel tomava para se tratar esteroides, aspirina e bloqueadores de ácido.

Nenhum dos medicamentos estava fazendo-a melhorar.

E seu ex-médico queria tratá-la com um bloqueador de TNF-alfa – um imunossupressor que, embora possa reduzir alguns sintomas, também acrescenta um grande risco de câncer e morte por infecção.

Recusando-se a aceitar o destino traçado pelo tratamento do seu médico, ela foi levada para o Dr. Mark Hyman.

E, menos de um ano depois, estava livre de sintomas, seus exames de sangue eram normais e estava liberta de todos os seus medicamentos.

Isabel não fez nada de mais, não tomou nenhuma droga cara e mirabolante.

Ela simplesmente teve de ajustar sua dieta – evitar glúten, leite e açúcar, e tomar alguns suplementos para limpar o corpo e ajudá-lo a curar-se (um multivitamínico, vitaminas D, B12 e folato, óleo de peixe, um antifúngico, um probiótico e um agente quelante de mercúrio).

As doenças autoimunes

Uma doença autoimune é uma condição na qual o sistema imunológico, destinado a proteger o corpo, repetidamente e por engano ataca as células saudáveis.

De acordo com os National Library of Medicine, dos Estados Unidos, existem mais de 80 tipos de doenças autoimunes, e elas podem afetar diferentes partes do corpo.

Vídeo: Isabel conta como superou sua doença autoimune (em inglês)

Essas doenças incluem doença celíaca, doença de Crohn, fibromialgia e diabetes tipo 1.

A American Autoimmune Related Disease Association (AARDA) estima que cerca de 50 milhões de americanos vivem com uma doença autoimune.

Pelo menos para a medicina convencional, a causa desta doença é desconhecida.

E o principal sintoma que une todas as doenças autoimunes é a inflamação.

Os tratamentos médicos diferem dependendo da doença, mas muitas vezes incluem drogas imunossupressoras, medicação para dor, terapia de reposição hormonal e anti-inflamatórios.

Medicina funcional: uma nova abordagem para a saúde

A medicina funcional é um movimento global bastante novo que, em vez de apenas olhar para os sintomas, leva em consideração a sinergia de todo o corpo e sua interação com o ambiente.

Seu objetivo é restaurar o equilíbrio no corpo como um todo, em vez de se concentrar em um órgão ou uma questão.

Tratar doenças autoimunes naturalmente

O dr. Hyman lista alguns passos a considerar para tratar uma doença autoimune.

Antes de tudo, todos os distúrbios “escondidos" no corpo necessitam ser combatidos, como infecções fúngicas/candidíase, vírus e bactérias.

Em segundo lugar, é importante verificar se há alergias – glúten e laticínios são as mais comuns.

Então, a pessoa deve fazer um teste de metais pesados, especialmente para o mercúrio.

Mercúrio pode entrar no corpo de várias formas, como vacinas, peixes, restaurações dentárias de amálgama e outras fontes.

Além disso, é vital cuidar do intestino e fazer com que todo o aparelho digestivo funcione corretamente.

Um probiótico de boa qualidade é muito útil e  vitaminas são necessárias para ajudar a restaurar o sistema imunológico.

Finalmente, a pessoa não deve se esquecer de exercitar-se regularmente e tomar cuidado para controlar os níveis de estresse, praticando ioga, meditação e passatempos simples que permitam se afastar das preocupações.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO