PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Enxaqueca, alergia de pele e diabetes: veja os chás que ajudam no tratamento

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A combinação de várias ervas medicinais em uma infusão pode ajudar a tratar diversos problemas de saúde.

As ervas são a forma mais antiga de tratar da saúde, porém isso deve ser feito com responsabilidade.

Sempre que for comprar alguma erva, é necessário verificar a procedência e se tem algum farmacêutico responsável, haja vista que existem várias falsificações.

Além disso, não é porque é natural que você deve tomar de forma exagerada.

Pois, embora tenham menos contraindicação, em altas doses ervas medicinais podem ser prejudiciais à saúde.

Por isso, é necessário ter bom senso e consumir as ervas sempre com segurança

Veja abaixo algumas opções de chás à base de ervas medicinais para combater a enxaqueca, alergias de pele e diabetes.

Observação: todas as ervas mencionadas a seguir são encontradas em lojas de produtos naturais e farmácias fitoterápicas.

Chá para enxaqueca

A enxaqueca é uma dor de cabeça difícil de controlar e afeta principalmente mulheres, especialmente nos dias que antecedem a menstruação.

Por isso, você pode fazer um tratamento natural por meio de um chá com as seguintes ervas:

Angélica 

A angélica possui as seguintes propriedades:

  • Anti-inflamatória
  • Digestiva
  • Antisséptica
  • Antiácida
  • Aromática
  • Depurativa
  • Diurética
  • Expectorante
  • Estimulante
  • Sudorífica
  • Minerais como zinco e magnésio
  • Vitamina B12

Por isso, a planta ajuda no tratamento de problemas circulatórios, digestivos, controla a pressão arterial, regula o ciclo menstrual, melhora a respiração e alivia dores de cabeça.

Dente-de-leão

O dente-de-leão tem ação antioxidante, anti-inflamatória, hepatoprotetora e ligeiramente analgésica, auxiliando, portanto, contra dores de cabeça.

Tília

A tília contém propriedades adstringentes, antiespasmódicas, antidepressivas, calmantes, sedativas e analgésicas.

Anis-estrelado

O anis contém propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e vitaminas do complexo B, que agem no sistema nervoso, causando sensação de relaxamento.

Camomila

A camomila possui efeito calmante e relaxante, o que ajuda a aliviar a pressão em casos de enxaqueca.

Pariparoba

A pariparoba contém propriedades anti-inflamatórias, auxiliando em casos de dores de cabeça.

Como preparar o chá para enxaqueca:

Coloque uma colher (sopa) de cada erva em um litro de água fervente e deixe em infusão por alguns minutos.

Tome uma xícara de chá cinco vezes ao dia, seguindo um tratamento diário por quatro meses.

Chá para alergias de pele

É uma reação inflamatória que pode manifestar-se em diferentes áreas da pele.

Todavia, algumas plantas com propriedades medicinais ajudam a melhorar o desconforto e encontrar alívio de forma natural.

Confira!

Picão-branco

O picão-branco tem ação cicatrizante, anti-inflamatória e bactericida, e ajuda no tratamento de alergias.

Salsaparrilha

A salsaparrilha possui ação depurativa purificante, o que ajuda no tratamento e prevenção de problemas que surgem na pele.

Moringa

A moringa tem ação antialérgica e antifúngica, por isso pode auxiliar contra as alergias de pele.

Além disso,é bactericida e com propriedades cicatrizantes, ajudando a ferida a se manter limpa e cicatrizar mais rapidamente.

Carobinha

A carobinha tem propriedades adstringentes e cicatrizantes, por issoajuda contra alergias, coceiras, micoses, além de acelerar a cicatrização de feridas.

Dente-de-leão

O dente-de-leão tem ação microbiana e antifúngica, podendo ser utilizado como tratamento para problemas na pele.

Além disso, por ser alcalino, ajuda a depurar o organismo, aliviando os transtornos hormonais que causam doenças de pele.

Modo de preparo do chá para alergias:

Em um litro de água fervente, coloque um punhado de cada uma das ervas citadas acima.

Tampe e deixe em infusão por dez minutos.

Tome uma xícara de chá cinco vezes ao dia, seguindo um tratamento diário por quatro meses.

chá para diabetes e pré-diabetes

O diabetes é uma doença crônica em que o corpo não produz insulina ou não consegue empregá-la de maneira adequada.

Para quem não sabe, a insulina é um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. 

Conforme a Sociedade Brasileira de Diabetes, no Brasil, há mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes e esse número está crescendo.

Por isso, veja a seguir uma combinação de ervas medicinais que ajudam no tratamento e prevenção dessa doença.

Pau-tenente

O pau-tenente ajuda a controlar a glicemia e melhorar a tolerância ao açúcar, sendo recomendado para tratamento e prevenção de diabetes.

Pedra-ume-caá

Também conhecida como insulina vegetal, a pedra-ume-caá ajuda no tratamento e prevenção do diabetes, colesterol, pressão alta e melhora a circulação.

Segundo estudo da Universidade Estadual Paulista, o extrato de pedra-ume-caá reduziu os níveis de glicemia  em animais diabéticos.

Portanto, conclui-se que a planta possui atividade hipoglicemiante e hipolipidêmica, melhorando o quadro diabético.

Pata-de-vaca

De acordo com estudo da Universidade Federal de Campina Grande, a pata-de-vaca tem ação hipoglicemiante. 

Com isso, torna-se uma planta promissora para o tratamento de diabetes.

A pata-de-vaca ajuda a diminuir o açúcar no sangue e a glicosúria, que é a presença de açúcar na urina. 

Dente-de-leão

Segundo estudo do  Hospital Universitário Aarhus, na Dinamarca, o dente-de-leão é uma planta antidiabética.

Isso ocorre devido às suas propriedades anti-hiperglicêmicas, antioxidantes e anti-inflamatórias.

A planta ajuda a regular os níveis de glicose no sangue, de insulina e reduz o colesterol.

Como fazer o chá para diabetes:

Adicione uma colher (sopa) de cada erva em um litro de água fervente e deixe em infusão por alguns minutos.

Tome uma xícara de chá cinco vezes por dia durante quatro meses.

Além disso, é necessário seguir uma dieta balanceada, longe do açúcar.

Dica: 

Nunca ferva as ervas para não perder as propriedades medicinais.

Caso queira adoçar os chás, utilize estévia e, se possível, a folha in natura da planta – é só colocar junto com as demais ervas na infusão.

Mais Lidas