Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Ensinaram a você que congelar limão é bom? Mas isto não lhe disseram!

Já ouviu falar da técnica do limão congelado?

Seus defensores dizem que a técnica é maravilhosa e permite o aproveitamento da casca, que normalmente é jogada fora.

E a casca do limão é muito rica em antioxidantes e tem dez vezes mais vitaminas C do que o suco, além de ser rica em potássio.

OK, é verdade o que dizem sobre a riqueza da casca do limão.

Mas não é verdade que congelar o limão vai revolucionar sua saúde.

O congelamento é um cozimento invertido.

Ou seja, todo alimento congelado perde nutrientes e, se for alcalino, como é o caso do limão, perde esse potencial.

A propagação da "técnica do limão congelado" começou por email, até que chegou a grandes sites.

Lamentamos por isso, pois está na cara que nenhum alimento congelado pode ser superior à sua versão fresca.

Reflita e não caia nessa.

Acha mesmo que é mais fácil e saudável congelar e ralar um alimento congelado do que usá-lo na sua versão fresca/in natura?

Não faz sentido, não é?

Se quiser aproveitar as virtudes da casca do limão, portanto, use-a sem congelamento.

Você pode ralá-la em saladas, sorvetes, arroz, sushi, bebidas frias, chá, água gelada, bebidas alcoólicas, entre muitos outros.

O consumo da casca de limão ralada (fresca) vai:

– Possibilitar a absorção de 5 a 10 vezes mais vitamina C que o suco da fruta

– Ajudar a remover os elementos tóxicos do corpo

– Contribuir para a perda de peso

– Prevenir e combater cistos e tumores

– Combater infecções e parasitas

– Ajudar a controlar o colesterol e a pressão arterial

O ideal é consumir a casca de limão orgânico e ralar na hora do consumo.

Se não conseguir limão orgânico, veja AQUI como, pelo menos, diminuir os agrotóxicos.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

VEJA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO