- PUBLICIDADE -

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Emplastro de argila com cipó mil-homens: tratamento milenar para diabetes

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Neste tratamento, o cipó mil-homens penetra na pele e fortalece o pâncreas para curar o diabetes.

O diabetes é uma doença crônica causada pelo excesso de glicose (açúcar) no sangue.

Ela ocorre devido à falta ou má absorção da insulina, hormônio que é produzido pelo pâncreas e ajuda a colocar a glicose nas células, convertendo em energia.

O diabetes está dividido em dois tipos – 1 e 2.

O primeiro tipo é caracterizado pelo excesso de açúcar na corrente sanguínea e, nesse caso, o pâncreas não produz nenhuma insulina ou, quando consegue produzir, não é em quantidade suficiente.

O diabetes tipo 1 acomete pessoas principalmente na infância e adolescência e pode ser  insulinodependente, ou seja, requer aplicações diárias de insulina.

Já o diabetes tipo 2 também se caracteriza pelo excesso de açúcar no sangue, porém atinge pessoas acima dos 40 anos.

[SIGA O CANAL DO CURA PELA NATUREZA NO TELEGRAM

Nesse caso, as células são resistentes à ação da insulina, mas raramente é insulinodependente.

Porém, há outras teorias, como a o professor e terapeuta naturista Jaime Bruning.

Segundo ele, existem parasitas, como pequenos vermes e até solitária, que obstruem os dutos pancreáticos.

Desse modo, o pâncreas não consegue fabricar o suco pancreático e a insulina necessária para a assimilação do açúcar que comemos.

Como consequência, temos então o diabetes mellitus, que é caracterizado pela elevada taxa de açúcar no sangue.

Além disso, pode ocorrer a inflamação no pâncreas, conhecida como pancreatite e também problemas renais.

Por isso, o terapeuta recomenda um tratamento natural para combater esses parasitas, à base de argila e cipó mil homens.

O cipó mil homens cortado e/ou descascado possui um cheiro forte e característico.

Ele tem inúmeras propriedades terapêuticas e ajuda contra vermes e vírus fortes.

Além disso, quando consumido em forma de chá combate os seguintes problemas de saúde:

  • Cólicas intestinais, menstruais e renais
  • Prisão de ventre
  • Diarreia
  • Azia e má digestão
  • Doenças no baço e no fígado
  • Convulsões
  • Asma
  • Febre
  • Distúrbios cardíacos
  • Ansiedade e insônia

A argila possui ferro, enxofre e tem ação bactericida e depurativa. 

Tratamento para diabetes

Ingredientes:

  • Argila verde
  • 1 pedaço de cipó mil-homens (aproximadamente 5 cm)

Sugestão: você também utilizar a argila in natura, encontrada na natureza (em barrancos e propriedades rurais).

Como fazer:

Coloque a água e o cipó mil homens em uma panela e ferva por aproximadamente oito minutos.

Espere ficar morno, ou até mesmo frio, e misture bem com a argila.

Em seguida, coloque a argila em cima do pâncreas, que fica na última costela, no lado esquerdo.

Depois passe uma faixa, pano ou plástico-filme sobre o seu corpo para segurar a argila, em forma de emplastro.

Deixe agir durante a noite toda, repetindo esse tratamento todas as noites, por 15 consecutivos.

Após esse período, faça um exame para verificar se a sua glicose baixou ou não.

De acordo com Jaime Bruning,  o cipó mil-homens penetra na pele e, como tem um cheiro que não agrada aos vermes, eles são eliminados do pâncreas.

Mais Lidas