Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Ela possui a vitamina oculta, que tem o poder de eliminar células cancerosas e prevenir tumores malignos!

A luta contra o câncer ainda não acabou.

Enfrentar esse problema continua sendo um desafio em todo o mundo.

Mas temos muito o que comemorar, pois a medicina natural tem acumulado muitos relatos de pessoas que conseguiram se tratar com ingredientes naturais.

É claro que o sistema tradicional renega bastante esses tipos de alternativas, e o que nos resta é perguntar: qual o real motivo para que o sistema despreze os tratamentos naturais?
 
Vamos dar um exemplo: mais de 40 anos atrás, em 1974, o Sloan Kettering Cancer Center, centro especializado em pesquisas contra o câncer, mostrava significativos resultados no uso da da vitamina B17 para o tratamento do câncer.

Acredite: houve uma redução de 10% a 20% no desenvolvimento dos tumores observados em camundongos.

Por outro lado, os que não receberam vitamina B17 tiveram um aumento no desenvolvimento das células cancerígenas de 80% a 90%.

No entanto, enquanto essa pesquisa mostrava excelentes resultados, alguns representantes do “sistema" se apressavam em descartar completamente a possibilidade de haver qualquer relação entre a vitamina B 17 e a cura do câncer.

Mais tarde, os defensores da vitamina B 17 alegaram que negar a eficácia desse tratamento não passava de um jogo sujo de interesses econômicos.

Raph Ross, um dos cientistas que participaram da pesquisa, deu a entender que essa alternativa de cura foi descartada por simples controle do mercado.

A pergunta-chave é: quais os alimentos ricos em vitamina B17?

A semente de uma fruta se destaca como fonte desse nutriente.

Que fruta é essa?

O damasco.

Isso mesmo, a semente de damasco é a principal fonte natural da vitamina B17.

Algumas pessoas, porém, não recomendam o consumo regular dessa semente porque ela contém cianeto, uma substância tóxica.

Mas não há o que se preocupar, pois a quantidade dessa substância na semente de damasco é tão mínima que ela se torna irrelevante.

Ou seja, para que você seja intoxicado com as sementes, é necessário comer uma quantidade absurda.

Para desfrutar das propriedades incríveis da semente de damasco, pode-se usar um quebra-nozes.

E se você tiver dificuldade de ter acesso a essa semente, lojas naturais na internet vendem o produto, inclusive suplementos à base dela.

Outras boas fontes de vitamina B17 são as nozes, a castanha-do-pará e a de caju, a semente de linhaça e a de abóbora/jerimum, a amora, o morango, a framboesa, a couve, a folha de alfafa e de eucalipto.

PROIBIDA NOS ESTADOS UNIDOS

Alguns anos atrás, a venda de vitamina de laetrila, a forma sintética da vitamina B17, foi proibida nos Estados Unidos.

O que se alega é que que não há provas de que a vitamina B17 combate o câncer e que ela é extremamente tóxica para ser utilizada como um tratamento.

Mas os defensores da medicina alternativa contestam essa tese argumentando que, além de a B17 ser realmente efetiva contra o câncer, a quimioterapia tem elementos muito mais tóxicos do que essa vitamina.

Eles acreditam que o FDA e o stablishment científico mentiram para manter a vitamina B17 fora do mercado porque ela afeta negativamente os enormes lucros as companhias farmacêuticas produtoras de drogas contra o câncer.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO