Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

As dores nas mãos e nos pés podem ser tenossinovite; é assim que se trata e se cura!

Você costuma sentir dores nas mãos e nos pés?

Diferentemente do que muita gente pensa, nem sempre o sofrimento nas articulações é sintoma de artrite.

Pode ser tenossinovite.

Trata-se de uma doença que provoca inchaço e dor na região do tendão.

E é bem comum, viu?

Só no Brasil, são em média 150 mil casos por ano.

A dor é insuportável.

Só quem tem sabe do que estamos falando.

Dependendo do caso, a pessoa pode ficar até sem mexer a área machucada.

Além desse sintoma, a tenossinovite também apresenta vermelhidão na pele.

Caso você perceba esses sinais, procure um médico.

Quanto mais rápido o diagnóstico, mais fácil o tratamento.

Entenda: a doença atinge o tendão, que é responsável por unir os músculos e ossos das mãos e dos pés.

Primeiro vem a dor, depois o inchaço e depois a falta de sensibilidade na região.

Nos piores casos, pode causar até febre.

As mulheres são as mais propensas a esse tipo de problema.

No entanto, os homens não estão livres.

Atletas, por exemplo, têm grande chance de desenvolver esse mal, principalmente quando a atividade física exige muito o uso das mãos.

Para você ter ideia, há vários casos de dentistas que sofrem ou sofreram com tenossinovite.

Mas não pense que a doença só ataca as mãos e os pés.

Os pulsos, os tornozelos, a sola do pé e os calcanhares também podem sofrer.

Há alguns fatores que causam a doença, como:

– A inflamação de Quervain, que atinge os tendões dos polegares da mão.

– Movimentos repetitivos

– Lesões

Para tratar, é aconselhável o consumo de anti-inflamatórios naturais (gengibre e cúrcuma, por exemplo), exercícios terapêuticos e banhos que alternam a água morna com alecrim e água fria.

Este é um canal de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO