Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Dieta e purificação: sopa de arroz do Pai José

Esta receita – que leva arroz integral, alho, cebola, alho-poró, aipo (salsão), bertalha e verdinhos frescos – limpa, emagrece e não dá fome.

O arroz integral cozido longamente, às vezes a noite inteira, é o alimento mais medicinal que existe: fácil de digerir, fortalece o princípio vital e o sangue, harmoniza o sistema de aquecimento do corpo, suaviza os intestinos e ajuda a eliminação de toxinas através da urina (por isso quem urina muito não deve tomar esta sopa).




O alho espanta vírus, fungos e outros hóspedes indesejáveis, desengordura, tonifica, relaxa, faz bem ao fígado e às glândulas, limpa o sangue.


A cebola também é anti-séptica, limpa e regulariza os rins e a bexiga, baixa a taxa de glicose no sangue, ajuda a absorver oxigênio.


O alho-poró reforça o alho e a cebola e dá um sabor especial.


O aipo estimula a digestão e os intestinos, limpa os rins, alivia o reumatismo, acalma, nutre e tonifica; suas folhas têm um tipo natural de insulina.


E as folhas de bertalha são riquíssimas em cálcio, ferro, magnésio, clorofila e outras preciosidades, e ainda lubrificam os intestinos (se não encontrar bertalha, use chicória).




A sopa

Ingredientes


uma xícara de arroz cru
16 xícaras de água
6 dentes de alho
3 cebolas médias
6 talos de aipo com as folhas
um alho-poró também com as folhas
12 ou mais folhas de bertalha
hortelã, cebolinha, salsinha ou coentro

Modo de fazer

Ponha o arroz para cozinhar na água, de preferência em panela grossa, de pedra-sabão, barro ou ferro esmaltado; quando ferver abaixe o fogo, tampe e deixe cozinhar por três horas, mexendo de vez em quando.


Corte a cebola em gomos, o aipo e o alho-poró em fatias grossas diagonais, descasque os dentes de alho e ponha tudo na panela. Deixe o fogo alto até ferver e depois abaixe. Junte mais água se precisar. Deixe ferver por 40 minutos, misture as folhas de bertalha, apague o fogo e tampe.


Sirva com uma colher (chá) de missô em cada porção e verdinhos frescos por cima. Pode comer à vontade. Substitui ao menos uma refeição por dia e com resultados maravilhosos.




Este texto foi adaptado do livro “Deixa sair”, de Sonia Hirsch, editora Correcotia (www.correcotia.com.br).
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO