segunda-feira, 18 outubro 2021
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Descubra o que a cor das fezes pode indicar sobre a sua saúde

A cor, o formato, o odor e a consistência das fezes podem indicar problemas de saúde.

O assunto é um pouco indigesto e dificilmente será tema de um bate-papo entre as pessoas, porém, se você ignorar, poderá estar negligenciando sua saúde.

Estamos falando das fezes, que são restos sólidos de alimentos que não foram digeridos e absorvidos pelo intestino.

Sim, é preciso olhar com mais atenção para elas, pois a cor, o formato, o odor e a consistência podem nos ajudar a entender o processo digestivo e revelar problemas de saúde.

Através dessas características, é possível detectar as condições do intestino, possíveis inflamações, doenças digestivas e/ou até mesmo tumores.

Além disso, indica como está a qualidade da alimentação e, por isso, está relacionada com o tipo de alimentos consumidos.

A variação de cor das fezes, por exemplo, pode ser algo normal devido a alguns distúrbios funcionais intestinais.

Embora possa acontecer sem indicar uma condição mais grave, caso permaneça por mais de três dias, pode indicar que algo não está correto com seu intestino.

Por isso, veja a seguir o que a cor da fezes pode indicar em relação ao seu sistema gastrointestinal.

Fezes amarelas

Fezes em um tom amarelado pode indicar dificuldades na digestão de gorduras.

Isso pode ser causado por doença celíaca ou também pela falta de produção de enzimas no pâncreas, o que pode ser um sinal de problemas nesse órgão.

Além disso, as fezes amarelas podem surgir quando ocorre uma infecção intestinal acompanhada de outros sintomas como febre, diarreia e/ou dor abdominal.

Fezes esverdeadas

Quando suas fezes estiverem com um tom esverdeado, pode ser uma alteração no funcionamento intestinal.

Essa característica é um sinal de que os intestinos estão funcionando mais rápido do que o normal.

Isso geralmente ocorre em situações de estresse, crises de intestino irritável e infecção bacteriana, que podem provocar diarreia.

Se a coloração for verde escuro, pode indicar que você está consumindo muitos vegetais de folhas verdes ou excesso de ferro.

Fezes avermelhadas

A coloração avermelhada nas fezes costuma indicar a presença de sangue, sendo, portanto, mais frequente em casos de hemorroidas.

No entanto, o sangramento pode acontecer por causa de problemas inflamatórios, como doença de Crohn, colite ulcerativa, infecções e até câncer.

Por isso, sempre que perceber que suas fezes estão vermelhas, procure um médico para fazer um diagnóstico e iniciar o tratamento.

Se você comeu algum alimento de coloração avermelhada, como beterraba, aguarde a próxima ida ao banheiro para verificar, pois às vezes a cor vermelha se deve somente a esse consumo.

Fezes claras

As fezes em um tom mais claro, como esbranquiçado e/ou pálido, pode indicar algum problema na digestão de gorduras.

Além disso,  pode ser um sinal de doenças hepáticas (no fígado), nas vias biliares ou anemia.

Na questão alimentar, atesta que você está consumindo muitos alimentos com cálcio, como leite.

Fezes escuras

Quando as fezes estão em um tom escuro ou negras e, geralmente acompanhadas de um odor fétido, podem indicar sangramento ao longo do sistema digestivo. 

Isso pode ocorrer devido a úlceras, varizes esofágicas ou excesso de ferro, principalmente quem consome suplementos à base desse mineral.

Muco nas fezes

Muitas vezes há a presença de uma substância gelatinosa e de cor amarelada ou esbranquiçada nas fezes.

Porém, em uma pessoa saudável e com cocô aparentemente normal, o muco não costuma ser sinal de problemas. 

Geralmente ele está presente nas paredes do intestino e sua função é lubrificar para facilitar o trânsito intestinal.

Entretanto, se a eliminação de muco ocorrer com frequência e em quantidades elevadas, pode indicar algum problema intestinal.

Odor

A intensidade do odor das fezes é bastante variado e depende muito da alimentação.

Por exemplo, quando consumimos carne vermelha e/ou alimentos condimentados,  pode ocorrer um odor mais acentuado.

Também pode acontecer quando não houver a digestão completa dos alimentos.

Quando o odor estiver mais fétido, pode ser um sinal de inflamação ou infecção intestinal.

Já as fezes de uma alimentação saudável e equilibrada, que indicam que você não tem nenhum problema, devem ter um odor característico. 

Formas e textura das fezes

As fezes são constituídas por 75% de água e são, consequentemente, misturadas às bactérias fecais, células intestinais, fibras e muco. 

De acordo com a Escala de Bristol, as fezes humanas são classificadas em sete tipos.

São elas:

  1. Pedaços separados e duros, semelhante a nozes
  2. Formato de salsicha com grumos
  3. Em forma de salsicha com fissuras
  4. Forma de cobra lisa e mole
  5. Pedaços moles com contorno macio e suave
  6. Pedaços aerados
  7. Aquoso, líquido

Nos tipos 1 e 2, o trânsito intestinal é lento, característico de constipação (prisão de ventre), falta de água e fibras.

Os tipos 3 e 4 indicam que o intestino está funcionando adequadamente, sendo o 4 o tipo ideal, enquanto o 3 pode ser o início de uma desregulação intestinal.

Tipo 5 é um sinal de um trânsito intestinal acelerado e alimentação rica em carboidratos e gorduras. 

Tipo 6 e 7 indicam diarreia e está relacionado a fatores como pressão arterial elevada, intestino irritável e estresse.

As fezes “ideais” 

As fezes saudáveis são aquelas com a cor marrom, que se dá graças à estercobilina, um pigmento escuro que se forma na digestão da bile.

A textura deve ser sólida, porém não exagerada, e com uma forma alongada e cilíndrica.

Também, a consistência e a forma não podem causar dor ou dificuldade na evacuação.

Além disso, as fezes saudáveis no geral devem afundar.

Caso elas boiem, pode indicar o consumo em excesso de gordura.

Consulte um médico

Sempre que as fezes apresentarem alguma alteração em sua cor, forma ou textura, por um período maior que três dias, procure orientação médica.

O profissional mais indicado é um gastroenterologista, que poderá diagnosticar com precisão o seu problema através de exames de fezes, sangue, endoscopia do tubo digestivo ou colonoscopia.

Desse modo, se constatar alguma doença, já se inicia o tratamento adequado.

Por fim, para manter as fezes normais e saudáveis, consuma bastante água (no mínimo dois litros por dia), pratique atividades físicas e tenha uma alimentação saudável.

Você também pode gostar dos seguintes posts para facilitar seu trânsito intestinal:

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
569,176SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,861SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -