Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Depois de saberem que filho nasceria deformado, pais tomam difícil decisão

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

E você, o que faria depois de saber que seu filho nasceria com uma deformação e seu médico lhe sugerisse o aborto?

Talvez não exista nada mais sublime do que ter um filho.

É claro que essa experiência vem acompanhada de muitos desafios e ansiedade.

A primeira pergunta é: “Será que o bebê virá com saúde?”.

Basta uma complicação durante a gravidez para que os pais percam o sono.

Sara Heller e Chris são exemplo disso.

Quando fizeram a ultrassonografia de 24 semanas, descobriram que nem tudo ia bem com o pequeno Brody.

O médico, logo de cara, perguntou se o casal não queria abortar o bebê, que certamente nasceria com uma fissura labial e palatina bilateral.

Eles imediatamente responderam que não.

Afinal, não se importavam se a criança viria diferente, estavam dispostos a dar todo o suporte necessário para que os problemas de saúde fossem resolvidos.

A mãe deixou claro que seu bebê continuava sendo muito desejado, independentemente das circunstâncias.

O problema não estava apenas na deformação dos lábios, mas na provável dificuldade que Brody teria para comer, beber e sorrir.

Em casos como este, pode ser difícil até para respirar.

O jovem casal resolveu conscientizar as pessoas sobre bebês que nascem com fissura labial e palatina bilateral.

As redes sociais ajudaram bastante!

Foto: Instagram de Sara Heller

Eles compartilharam fotos e textos para alcançar o maior número de visualizações possível.

Não demorou muito para que as pessoas se solidarizassem com o caso.

Certo dia, um desconhecido doou um cheque de mil dólares com os dizeres: “Para o lindo bebê”.

Com esse dinheiro, o casal pagou algumas despesas médicas para a cirurgia labial de Brody.

Graças a Deus, o pequeno fez a cirurgia e deu tudo certo.

Talvez ele tenha que fazer outras operações, mas, por enquanto, estão todos muito contentes com o resultado.

Olha como o menino cresceu tão bonito!

Foto: Instagram de Sara Heller
Foto: Instagram de Sara Heller

Não é incrível?

Para alguns, o nascimento de Brody representava o fim.

Para outros, esperança, amor e persistência.

Os pais poderiam tê-lo abortado.

Mas optaram pelo amor e pela vida.

Fonte: Today.com