Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Cuidar dos netos ajuda a prevenir Alzheimer, segundo este estudo científico!

Para muitas famílias, os avós são essenciais na criação dos netos.

Seja porque são a única opção das crianças ou porque os pais trabalham e não podem ficar com elas.

De qualquer maneira, estamos aqui para dizer que a importância da relação entre avós e netos vai muito além dessas necessidades.

A verdade é que esse vínculo ajuda significativamente na saúde daqueles que chegam a uma certa idade.

De acordo com estudo realizado pela The North American Society Menopause, os adultos mais velhos podem prevenir o declínio cognitivo e doenças cônicas, como a doença de Alzheimer e demência senil, se tiverem contato com crianças.

A pesquisa foi feita com 186 voluntárias com idade variando 57 e 68 anos.

Os melhores resultados foram nas 120 mulheres que afirmaram passar pelo menos um dia por semana cuidando dos netos.

Isso não é à toa.

O trabalho mental e físico que as pessoas têm para acompanhar as crianças estimula muito o cérebro.

Os cuidados, porém, devem ser moderados, porque o excesso pode ser prejudicial ao corpo e à mente.

Por exemplo, se uma avó tiver que cuidar sozinha dos netos por mais de cinco dias na semana, terá um desgaste notório.

O segredo está no convívio com moderação.

Ele é tão bom que ajudas avós a se sentirem mais dispostos, repercutindo na saúde física e, principalmente, mental deles.

As crianças dão tanta satisfação aos avós, que eles acabam liberando endorfinas por se sentirem felizes.

Tudo isso é perfeito para o cérebro, que alivia a pressão e o estresse que a velhice traz.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO