Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

As crianças e os florais de Bach

As crianças reagem maravilhosamente aos florais e, na maioria das vezes, muito mais rápido do que os adultos, pois são puras, inocentes, sem ter vivido muitas frustrações nem ter acumulado sentimentos negativos.
Seus problemas emocionais, apesar de reais para elas, não são tão difíceis de resolver. Ao escolher as essências para elas, precisamos observar atentamente alguns itens: como se comportam perante uma dificuldade; se brincam isoladas ou gostam de ficar em grupo; se são egoístas ou não; além do seu temperamento e humor.
É também de grande importância ouvir o que elas têm a dizer.
Cada criança tem uma personalidade distinta, encarando a seu modo a vida com suas dificuldades, decepções e mudanças, reagindo de forma diferente de acordo com o seu temperamento.
O Dr. Bach disse: “Todos sabemos que uma mesma enfermidade pode afetar as pessoas de diferentes maneiras”. Assim, se uma criança contrai sarampo, pode ficar irritada; a outra poderá ficar quieta e sonolenta. Uns pedem colo e mimo, outros ficam assustados ou nervosos e há os que preferem se isolar. Portanto, se uma mesma enfermidade produz tantos efeitos diferentes, certamente não haverá sentido em tratar-se unicamente a enfermidade. O melhor é tratar cada uma das crianças, conforme a sua personalidade, para que o sarampo vá embora.
O mais importante no processo de cura é como a criança reage à doença, pois aí vamos poder encontrar a essência floral que lhe trará de volta o equilíbrio emocional e, como consequência, a saúde.
Não só o comportamento da criança na doença, mas também na escola, em casa, nas dificuldades da vida, nos são de grande valia para encontrarmos a essência (ou as essências) que vão ajudá-la a atravessar a infância com mais saúde e alegria.
Até os bebês se comportam de modo diferente perante a mesma situação. Quando estão com fome, por exemplo, alguns ficam zangados, outros chorosos e outros continuam alegrinhos e a necessidade passa desapercebida pela mãe.
Descreverei, a seguir, alguns comportamentos das crianças que podem ser associados às essências florais de Bach:
Floral Mimulus: a criança do tipo Mimulus é aquela envergonhada e tímida, que tem medo de enfrentar o mundo, de ficar sozinha, do escuro, de bichos, de vivenciar situações novas como ir à escola, andar de avião ou entrar na água do mar. Em uma festa, por exemplo, já chega escondida atrás da mãe, com medo das pessoas, dos estranhos, do barulho, do palhaço, com dificuldade de olhar nos nossos olhos de cabeça erguida.
Floral Red Chestnut: a criança do tipo Red Chestnut é aquela que se preocupa demais quando seus pais ou irmãos adoecem, se machucam ou demoram a chegar em casa. Fica pensando que pode ter acontecido algo ruim com eles. Angustiam-se muito quando um amigo está triste ou passando por algum problema.
Floral Cerato: a criança do tipo Cerato é aquela, por exemplo, que, apesar de já ter escolhido seu brinquedo numa loja, fica perguntando a todos se acham que escolheu certo; ou que numa prova responde tudo a lápis e fica apagando ao ver que o colega do lado fez diferente da sua.
Floral Gentian: a criança do tipo Gentian é aquela que, diante de qualquer dificuldade, por menor que seja, fica triste e desmotivada. Por exemplo: quando tira uma nota baixa, quando perde um brinquedo, quando não pode ir a uma festa ou passeio, quando fica doente.
Floral Clematis: a criança do tipo Clematis é aquela distraída, sonhadora, de olhar distante, vivendo num mundo mágico e cheio de amigos imaginários. Sua mente criativa a leva para fantasias e a deixa longe da realidade. Pode ter dificuldades na escola pela sua falta de concentração.
Floral Impatiens: a criança do tipo Impatiens é aquela que fica extremamente irritada quando alguma coisa demora um pouco mais para acontecer, não sabe esperar. É impaciente, irriquieta, geralmente nervosa, tensa, podendo apresentar dificuldade para dormir e sono leve, mexendo-se muito durante à noite. Por ter raciocínio rápido, termina logo as tarefas na escola, movimentando-se ansiosamente no seu lugar até receber nova orientação.
Floral Larch: a criança do tipo Larch é aquela que, na classe, mesmo achando que sabe a resposta, não fala, deixando para os colegas para não correr o risco de errar. Evita os esportes, principalmente os de competição, por não se achar capaz de vencer. Foge de falar em público ou participar de alguma demonstração ou teatro. Não se aventura a fazer nada sozinha, necessitando sempre do pai, da mãe ou de um irmão à sua frente para ajudá-la.
Existem muitos outros florais de Bach, cada um específico para um padrão de personalidade, que podem auxiliar não só as crianças, mas o ser humano em qualquer fase de sua vida.
Conheça e experimente os florais, a fim de ter uma vida mais saudável e feliz.
Fonte: PARONI, M; PARONI, C. Aprenda a ser feliz com os florais de Bach. 2 ed. São Paulo: M. Paroni: C. Paroni, 2003. 176p.
Texto retirado do blog Adorável Naturologia.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM