domingo, 28 novembro 2021
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Conheça os alimentos que diminuem o desejo sexual e quais aumentam a libido

Listamos os alimentos que podem tanto afetar o desejo sexual quanto aqueles que podem melhorar a libido.

A alimentação é fundamental para manter o nosso organismo em funcionamento, pois oferece todos os nutrientes e vitaminas necessários.

No entanto, pode ter também alguma relação com a sua vida sexual, afinal, alguns alimentos podem afetar o desempenho sexual.

Por isso, se você está com a libido lá embaixo, fique atento (a) às suas refeições.

Lembre-se que, para ter uma vida sexual longa e saudável, também é necessário se alimentar adequadamente.

Sendo assim, fique de olho na lista de alimentos que você deve evitar antes de ter relações sexuais e também, quais podem te ajudar a aumentar a libido.

Alimentos que diminuem o desejo sexual

Quando consumido em excesso, qualquer alimento vai diminuir seu desejo sexual, porém, alguns em específicos devem ser evitados.

Confira quais são e, na sequência, quais você pode comer para aumentar a libido.

Queijos e derivados

Geralmente os queijos e derivados contém hormônios sintéticos em excesso e isso afeta a produção da testosterona e de estrogênio.

Como consequência, prejudica a libido, fazendo com que você não sinta tanto desejo sexual.

Por isso, evite esses alimentos em excesso no dia a dia e também o consumo antes de ter relações sexuais.

Além de diminuir o desejo sexual, eles podem causar gases e inchaço, algo desagradável na hora H.

  • Testosterona: é o principal hormônio sexual masculino.
  • Estrogênio: hormônio sexual mais conhecido em mulheres. 
  • Libido: nome que se dá ao desejo sexual, tanto masculino quanto feminino.

Proteína de soja

A proteína de soja possui um componente chamado fitoestrogênio, que pode diminuir os níveis de testosterona.

Você pode até consumir, mas em quantidade moderada e que não seja a versão em pó.

Mas, por via das dúvidas, é melhor evitar para não ter uma decepção com a parceira ou parceiro.

Feijão

No caso do feijão recomenda-se evitar, pois cada organismo reage de um jeito após o consumo.

Muitas pessoas se sentem cheias de energia, outras podem ficar mais lentas e com gases.

Carne vermelha

A carne vermelha também afeta o desempenho sexual, afinal, deixa a sensação de estômago pesado.

Como isso, você se sentirá mais cansado e sem forças para ter uma noite agradável com sua parceira (o).

Cachorro-quente

Por ser um alimento processado, pois contém salsicha, pode prejudicar o desejo sexual.

Ele pode causar entupimento das artérias penianas e vaginais, acabando com a sua noite.

Pipoca de micro-ondas

Aqui o problema não é a pipoca de milho e sim, o produto industrializado mesmo, pois contém ingredientes nocivos à saúde, como sódio, conservantes e corantes.

Por isso, caso queira consumir pipoca antes da relação sexual, opte pelo produto in natura, que você estoura na pipoqueira ou na panela.

Farinha branca

A farinha branca pode eliminar alguns nutrientes, como o zinco, por exemplo, que é um mineral essencial para a saúde sexual.

Batata frita

A batata frita é um alimento processado e com alto índice glicêmico, liberando a energia do corpo de forma rápida.

Quando a energia é liberada, consequentemente você se sentirá cansado e seu desempenho será afetado.

Refrigerantes e alimentos diet

Os produtos diet contêm aspartame, um adoçante artificial prejudicial à saúde.

 Ele pode provocar a queda dos níveis de serotonina, hormônio que ajuda o corpo a relaxar.

Bebidas alcoólicas

O nosso organismo tem açúcar para metabolizar, porém, o álcool afeta as funções cerebrais, deixando o corpo mais lento.

Além disso, causa desconcentração e diminui bastante o desejo sexual, além de causar problemas de ereção nos homens e lubrificação nas mulheres.

Água tônica

A água tônica contém um agente aromatizante chamado quinina, que diminui o desejo sexual.

Além disso, segundo estudo do Hospital Universitário Muenster, da Alemanha, a quinina também pode causar disfunção erétil. 

Café

A cafeína pode aumentar a resistência sexual, no entanto, a pessoa pode ficar nervosa, trêmula e ansiosa.

Por isso, não é recomendado antes da relação sexual, pois poderá ter efeito contrário e fazê-lo (a) perder seu desejo.

Menta

A menta possui algumas substâncias que reduzem a testosterona e, consequentemente, causa  diminuição da libido.

Alimentos que aumentam a libido

Assim como tem alimentos que diminuem o desejo sexual, existem alimentos que aumentam a libido, ajudando a trazer um pouco mais de “calor” para a relação.

Veja as opções!

Abacate

O abacate é uma fruta rica em vitaminas B6, E, potássio e gorduras monoinsaturadas.

Esses nutrientes ajudam a manter a circulação sanguínea equilibrada e um coração saudável, fatores essenciais para um bom desempenho sexual.

Isso porque, no caso dos homens, aqueles que sofrem com doenças cardíacas também podem sofrer com disfunção erétil.

Banana

A banana contém vitamina B e potássio, ajudando a proporcionar mais energia.

Além disso, também aumenta a produção dos hormônios sexuais, principalmente nos homens.

Desse modo, ajuda a aumentar a libido e, consequentemente, a melhorar o desempenho sexual.

Ovo de codorna

O ovo de codorna é fonte de vitaminas A, do complexo B, D, cálcio, ferro, fósforo, potássio e proteínas.

No caso da vitamina B, ela está ligada à melhor produção de esperma.

O alimento também possui Q10, uma a coenzima que atua como um antioxidante, protegendo contra os radicais livres e outros agentes que possam causar danos oxidativos.

Devido à abundância de vitaminas e minerais, o ovo de codorna também proporciona mais energia.

Recomenda-se consumir quatro ovinhos diariamente, de preferência, no café da manhã.

Amendoim

O amendoim é fonte de vitamina E, que é essencial para a produção de hormônios sexuais, além de ser rico em energia.

Pimenta

A pimenta contém capsaicina, uma substância com ação termogênica que aumenta e melhora a circulação sanguínea.

Ostras

A ostra contém zinco, um mineral essencial para a produção de testosterona e de espermatozóides.

Além disso, é fonte de fósforo, iodo e zinco, tornando-se um alimento energético.

Peixes gordurosos

Peixes gordurosos, como por exemplo, atum, salmão e sardinha, são ricos em ômega-3, ácido graxo essencial para a saúde cardiovascular.

Deste modo, aumenta os níveis de dopamina no cérebro, melhorando o fluxo sanguíneo e também a circulação sanguínea.

Importante:

Embora esses alimentos ajudam a melhorar o desempenho sexual, não significa que se você comer algumas horas antes do sexo irá aumentar seu desejo.

Eles devem fazer parte da sua alimentação diária, de forma balanceada, sem excesso.

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
571,857SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,865SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -