quarta-feira, 27 outubro 2021
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Conheça 10 plantas medicinais para primeiros socorros

Remédios feitos com ervas medicinais podem dar um alívio rápido e eficaz em uma série de acidentes domésticos.

Várias situações que exigem primeiros socorros podem ser resolvidas com plantas medicinais.

Os remédios feitos com ervas aromáticas podem proporcionar alívio rápido e eficaz em uma série de acidentes domésticos, como:

  • Dores de cabeça e de estômago
  • Ferimentos
  • Picada de insetos
  • Queimaduras comuns

Conheça dez plantas com propriedades curativas que podem auxiliar você em tratamentos rápidos e simples.

Babosa

A babosa, também conhecida como aloe vera, tem ação anti-inflamatória e cicatrizante.

Por isso, ajuda no tratamento e alívio da dor de queimaduras, bem como na cicatrização de ferimentos.

Para isso, corte uma folha da planta ao meio, retire o gel e aplique-o diretamente sobre a área afetada, de uma a três vezes ao dia.

Todavia, em casos de queimaduras de terceiro grau deve-se consultar um médico.

Camomila

​A camomila possui propriedades que ajudam a acalmar tanto o sistema nervoso quanto o sistema digestivo.

Com isso, mantém o corpo relaxado, proporcionando sensação de bem-estar e tranquilidade. 

Ela contém vários compostos químicos e antioxidantes que fazem ela um ótimo agente anti-inflamatório.

Além disso, devido às suas propriedades calmantes, a camomila ajuda a combater a insônia, reduzir o estresse e a ansiedade.

Para preparar o chá, ferva uma xícara de água e em seguida adicione três colheres (sopa) de camomila.

Tampe e deixe em infusão por cinco minutos.

Depois coe, adoce com mel e tome em seguida.

Erva-cidreira

A erva-cidreira ajuda no alívio de várias que afetam o trato gastrointestinal.

Dentre as condições que a planta ajuda a tratar, estão:

  •  Azia
  • Inchaço
  • Cólica
  • Indigestão
  • Náusea

Além disso, a erva-cidreira possui ação calmante e sedativa, ajudando a diminuir problemas de insônia, ansiedade e estresse.

O chá de cidreira também pode ser usado para aliviar cólicas menstruais e síndrome pré-menstrual (TPM).

Para fazer o chá de erva-cidreira, recomenda-se utilizar apenas as folhas, podendo ser frescas ou secas.

Primeiro coloque três colheres (sopa) de folhas em um recipiente, adicione uma xícara de água fervente, tampe e deixe repousar por cinco minutos.

Em seguida, coe, adoce com mel – se preferir – e beba de três a quatro xícaras desse chá por dia.

Alecrim

O alecrim é rico em cálcio, fósforo, magnésio, potássio e sódio, minerais que favorecem ação diurética.

O chá do alecrim é digestivo e sudorífero, ajudando a aliviar os sintomas da má digestão, além de contribuir para desintoxicar o fígado.

Devido à sua ação carminativa, a infusão de alecrim também é indicada para reduzir gases intestinais e alívio das cólicas menstruais.

Por conter ácido carnósico, substância com propriedades antioxidantes essenciais para o sistema nervoso, ajuda a lidar com situações de estresse.

Por fim, aumenta o fluxo sanguíneo, relaxando os nervos e acalmando os músculos.

Para preparar o chá de alecrim, ferva 250 ml de água e somente depois adicione as folhas da erva – uma colher (sopa).

Tampe e deixe em infusão por dez minutos.

Coe, espere amornar e tome sem adoçar, de três a quatro vezes por dia.

Aqui no Cura pela Natureza já publicamos artigos com vários remédios naturais à base de alecrim.

Alguns deles:

Hortelã

A hortelã possui efeitos tranquilizantes, que atuam diretamente no cérebro, ajudando o corpo a relaxar com mais facilidade. 

A erva também reduz a sensação de fadiga, sendo indicada, portanto, para pessoas que passam por situações de estresse com frequência.

Além disso, a ação vasodilatadora da hortelã ajuda a melhorar  a circulação do corpo, aliviando diversas dores, inclusive a de cabeça, sendo indicado para quem sofre de enxaqueca.

A planta possui propriedades que auxiliam no relaxamento dos músculos, amenizando cólicas e náuseas.

Por fim, o chá de hortelã atua como um excelente diurético, evitando a retenção de líquido e impedindo a formação de gases, além de aliviar a sensação de inchaço no corpo.

Para preparar a infusão, ferva uma xícara de água, adicione algumas folhas de hortelã, tampe e deixe em repouso por cinco minutos.

Adoce com mel, caso queira, e tome em seguida.

Gengibre

Quando se trata de problemas estomacais, o gengibre é referência.

Ele ajuda a combater enjoo, gases, indigestão, náuseas, protege o fígado e auxilia na digestão de alimentos gordurosos.

Além disso, devido ao seu poder anti-inflamatório, o gengibre auxilia no alívio de dores decorrentes da artrite, dores musculares, infecções do trato respiratório, tosse, asma e bronquite.

Para preparar o chá, lave bem a raiz do gengibre – um pedaço de aproximadamente três centímetros.

Coloque uma xícara de água em uma panela, adicione o gengibre cortado em rodelas e ferva por cinco minutos.

Desligue o fogo, tampe deixe em repouso por dois minutos.

Adoce a gosto com mel e tome em seguida.

Lavanda

Um dos principais benefícios da lavanda é a sua propriedade calmante.

Ela contém linalol, substância responsável pelo aroma e que atua como ansiolítico, reduzindo os sintomas do estresse e da ansiedade.

Além disso, seu óleo essencial também pode ser esfregado na pele para aliviar queimaduras do sol e picadas de insetos.

E, quando você passa esse óleo nas têmporas, ele ajuda a aliviar a cefaleia tensional e a insônia.

Por fim, se você não tiver o óleo, mas se deseja ter uma boa noite de sono, pode colocar alguns ramos da flor no quarto durante a noite.

Confrei

O confrei é uma planta com ação anti-inflamatória, analgésica, adstringente e antirreumática.

Ele também auxilia na desintoxicação e revitalização dos ossos e das articulações em geral.

Entre as principais atividades farmacológicas do confrei, estão:

  • Cicatriza feridas
  • Reduz inflamações
  • Combate entorses
  • Trata artrite e artrose
  • Desinflama contusões
  • Trata rompimento de ligamentos
  • Auxilia na recuperação de fraturas

Para utilizar o confrei contra esses males, esmague folhas frescas da planta e aplique em forma de cataplasma no local da dor.

Além disso, você também pode fazer a pomada de confrei, que já ensinamos aqui no Cura pela Natureza.

Echinacea

A echinacea (ou “equinácea”) é conhecida como um antibiótico natural com ação anti-inflamatória e antialérgica.

Ela atua contra picadas de insetos, eczema, inflamações, psoríase, infecções de pele e cicatrização de feridas.

Dilua a tintura de echinacea e use-a como loção nos ferimentos de pele mencionados acima.

Tanchagem

A tanchagem é uma erva com propriedades calmantes, anti-histamínicas, antibacterianas, desintoxicantes, analgésicas, anti-inflamatórias e cicatrizantes.

Sua folha contém mucilagem, uma substância que ajuda a combater a prisão de ventre e a sensação de inchaço.

Para usar a tanchagem contra para cicatrização, arranhões, picadas de insetos e irritações na pele, esmague as folhas frescas e aplique na área afetada.

Para utilizar contra a prisão de ventre, faça um chá com duas colheres (sopa) de folhas secas de tanchagem e um litro de água, consumindo durante o dia.

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
569,921SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,857SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -