- PUBLICIDADE -

Error: Embedded data could not be displayed.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Como usar carvão ativado para salvar cães e gatos envenenados

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O carvão vegetal ativado pode ser usado como primeiros socorros para salvar um animal envenenado.

O carvão vegetal ativado possui um excepcional poder de absorver toxinas.

Suas aplicações têm servido para inúmeros fins, não só para saúde humana, mas também para a saúde de nossos animais de estimação.

Quem já perdeu um animalzinho de estimação vítima de envenenamento sabe o quanto é triste e doloroso.

Então é de suma importância aprender o que fazer para dar tempo de salvá-los.

Prestar os primeiros socorros faz toda a diferença, pois pode definir se seu animal irá sobreviver ou morrer.

Há vários tipos de substâncias que provocam o envenenamento ou intoxicação nos animais.

É algo que pode se dar de forma acidental ou intencional.

Acredite, existem pessoas capazes de intencionalmente envenenar animais de estimação.

Mas também há muitos casos que acontecem de forma acidental e que, com alguns cuidados básicos, é possível evitar dor e sofrimento para você e seu pet.

Primeiro é importante ressaltar que é um grande erro achar que só o veneno de rato pode levar seu animal a óbito.

Há diversas substâncias que podem ser fatais para cães e gatos.

Saiba quais são algumas dessas substâncias superperigosas que podem envenená-los ou intoxicá-los:

  • Venenos – chumbinho, estricnina, fosfeto de zinco, carbamatos, brometalina, colecalciferol.
  • Plantas – copo-de -leite, comigo-ninguém-pode, espirradeira, antúrio, costela-de-adão, lírio, embira, coroa-de-cristo, dedaleira.
  • Produtos de limpeza: água sanitária, desinfetantes, detergente, soda cáustica.
  • Cosméticos: acetona, esmaltes, xampu, condicionador de cabelo.
  • Medicamentos humanos: paracetanol, diclofenaco
  • Medicamentos pets: avermectinas, Amitraz
  • Drogas: álcool, maconha, cocaína.
  • Insetos: escorpião, abelha, aranha, vespa
  • Alimentação: ração e alimentos estragados, mofados, chocolate.

Fique também atento aos sinais clínicos que ajudam a identificar um possível envenenamento ou intoxicação.

Esses sinais variam de acordo com o tipo de substância que o animal ingeriu.

Mas podemos, de modo geral, destacar alguns sintomas mais comuns:

  1. Respiração alterada
  2. Salivação excessiva
  3. Contração muscular involuntária
  4. Convulsão
  5. Vômito
  6. Diarreia
  7. Inconsciência
  8. Hemorragia
  9. Irritação na mucosa da boca

Há venenos e medicamentos que possuem antídotos.

Portanto, se você identificou o que causou o envenenamento, leve a embalagem ou o rótulo para o veterinário.

Isso ajudará bastante no tratamento a ser ministrado.

Mas o que é possível ser feito para que seu animalzinho resista e dê tempo de levá-lo ao veterinário?

Segundo o médico veterinário doutor Edgard Gomes, a melhor conduta é dar carvão vegetal ativado.

É uma dica que, além de muito eficaz, é simples e barata

O carvão ativado é um adsorvente, ele se liga às moléculas de toxinas e não deixa o organismo absorvê-las.

Portanto, se seu animal ingeriu uma planta tóxica, um medicamento que não deveria, mordeu um sapo, comeu veneno de rato, bebeu algum produto de limpeza, o carvão ativado deve ser dado de imediato e com certeza é a melhor opção.

Dê também bastante água para seu pet, mas só se ele estiver consciente!

A água poderá evitar com que o veneno ataque os rins e/ou o fígado.

A dosagem:

É vendido em sachês em lojas de produtos veterinários, mas também é possível encontrar em casas de produtos naturais.

Deve-se diluir um sachê em 40 ml de água.

Com o uso de uma seringa, faça o animal engolir aos poucos.

Em seguida, leve-o ao veterinário.

Enquanto segue para o veterinário, não tente fazer seu animalzinho vomitar, pois se ele tiver ingerido algum produto cáustico só vai piorar a queimadura química, provocando uma nova queimadura, o que pode até mesmo levar à ruptura do esôfago.

Procure deixá-lo quieto e aquecido.

O carvão vegetal ativado não tem contraindicações.

Orientações importantes:

Para evitar acidentes domésticos desse tipo, tente fazer ao menos com que sua casa seja um ambiente seguro.

Procure , por exemplo, guardar todos os materiais de limpeza e cosméticos em lugares altos e fechados.

Ao trazer uma planta para sua casa, pesquise antes se pode causar danos à saúde de seu pet.

Não deixe medicamentos ao alcance de seu pet.

Nunca dê qualquer coisa para o animal ingerir se ele estiver inconsciente.

Nunca dê leite para um animal envenenado, pois o leite ajuda a espalhar ainda mais o veneno.

Também nunca dê dipirona, pois aumenta o fluxo sanguíneo em casos de hemorragia.

Para quem tem animais de estimação, é essencial ter sempre carvão ativado em casa para alguma emergência.

Também é possível encontrar o carvão vegetal em comprimidos ou cápsulas, porém é mais difícil para dar ao animal.