Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Como se livrar de uma unha encravada o mais rápido possível com remédios naturais

Quem nunca sofreu com unha encravada?

A dor é insuportável e às vezes é até caso de cirurgia.

Qualquer pessoa em qualquer idade pode passar por isso.

No entanto, jovens entre 14 e 25 anos são os mais propensos.

Mas o que será que causa unha encravada?

Os motivos são vários:

– Corte das unhas, que não pode ser muito curto

– Unhas muito curvadas

– Uso de sapatos apertados  

– uso de isotretinoína (Roacutan) no tratamento da acne

Mas, para quem não sabe, nem toda unha encravada nos submete aos mesmos sintomas.

Há três estágios:

– Leve

– Moderado

– Grave

No primeiro grupo, o paciente pode apresentar edema nas unhas, sentindo dor ao pressionar a região.

Casos moderados se manifestam com drenagem, aumento do inchaço, infecção e ulceração da dobra ungueal.

Nos casos mais complicados, o paciente pode apresentar inflamação crônica, granulação e hipertrofia acentuada da dobra ungueal.

No entanto, todo os casos levam a vermelhidão, dor, inchaço e até infecção, e geralmente é no dedão do pé.

O problema pode ser tratado em casa, mas é bom consultar o seu médico para conhecer a forma mais fácil e rápida de resolver o problema.

Caso você sinta sensibilidade no dedo, perceba a região inchada, vermelha e com certa infecção ao redor da unha, já sabe que provavelmente está com a unha encravada.

É importante saber que o aumento da transpiração na adolescência leva ao amolecimento das unhas, o que eleva as chances de causar espículas (pequenas espinhas) nas unhas que podem perfurar a pele lateral.

Essas espículas tendem a se tornar um problema crônico em idosos.

Isso não é por acaso.

Com o avanço da idade, reduzimos os cuidados com a minha porque a mobilidade é reduzida e a visão é prejudicada.

Além disso, as unhas engrossam com a idade, por isso são difíceis de cortar e, muitas vezes, tornam-se infectadas, dolorosas e encravadas.

No caso de diabetes ou qualquer outra doença que prejudique a circulação sanguínea nos pés, é preciso ter cuidado dobrado.

Se não for tratada, a unha encravada pode causar uma infecção mais grave.

E isso é muito grave.

Felizmente, existem algumas maneiras naturais para resolver este problema sem que seja preciso ir ao médico.

A medicina natural aposta em alternativas que podem substituir o procedimento cirúrgico.

Confira:

1ª  receita

A fim de limpar a área e se livrar de bactérias, você deve mergulhar o pé numa bacia com água morna e sabão.

Faça isso três ou quatro vezes ao dia.

Para potencializar o  efeito, você pode adicionar sal de Epsom para amaciar a pele e facilitar a retirada da unha que está ferida.  

2ª receita

A lavagem de vinagre de maçã é um dos tratamentos mais eficazes para este problema.

Adicione 1/4 de xícara de vinagre de maçã em água aquecida e mergulhe os pés nela.

3ª receita

Você deve lavar o pé com sabão e água duas vezes ao dia.

Para melhores efeitos, escolha o sabão de enxofre, que combate infecções.

Além disso, mantenha os pés limpos e secos.

Cura pela Natureza

CURA PELA NATUREZA – LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

4ª receita

Se você colocar fio dental ou uma bolinha de algodão sob a unha afetada, você vai direcionar o crescimento para o lado correto.

Você deve tentar levantar o canto que está cavando na pele.

Em seguida, enrole um pequeno pedaço de algodão ou gaze entre os dedos.

A ideia é deixar entre a pele e a unha.

5ª receita

A fim de evitar uma sensação de queimação, você deve escolher um fio dental sem sabor.

Em seguida, use-o para levantar a unha até que ela se afaste da pele.

Mesmo que isso possa causar desconforto, é uma maneira eficaz de resolver o problema.

Por fim, recomendamos o uso de óleos essenciais, como o de cravo, alecrim, lavanda, melaleuca e cipreste.

Óleo de coco também é muito bom.

Aplique o óleo na área afetada e você vai naturalmente tratar e criar um ambiente natural para o processo de cicatrização.

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

VEJA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO