- PUBLICIDADE -

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Como preparar e conservar as marmitas da semana com segurança e sem perder sabor

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Depois que você se acostumar, ficará muito prático preparar sua marmita sem perder a qualidade e o sabor das refeições.

A correria do dia a dia faz com que a nossa alimentação seja deixada um pouco de lado. 

E isso é um grande erro!

Embora tenhamos pouco tempo, não podemos descuidar, de forma alguma, da nossa dieta.

Manter uma alimentação saudável faz parte da nossa rotina, afinal, os alimentos servem como um auxílio para:

  • A manutenção da saúde
  • Prevenção de doenças
  • Melhorar o desempenho físico nas atividades do dia a dia

A comida caseira é a melhor forma de manter a saúde em dia e também economizar.

Além disso, comer aquilo que nós preparamos é muito mais seguro, tanto na questão de higiene alimentar quanto na qualidade dos alimentos.

Isso porque, quando comermos fora, seja em restaurantes, bares, fast foods, nunca sabemos como os alimentos foram preparados.

Desse modo, preparar e congelar marmitas para a semana já virou uma rotina em grande parte das famílias.

Mas isso também requer alguns cuidados.

[SIGA O CANAL DO CURA PELA NATUREZA NO TELEGRAM]  

Separamos algumas dicas de como preparar e conservar marmitas com segurança.

Faça um planejamento

Para manter uma dieta saudável, é necessário fazer um planejamento e também um esforço, mas que no final o seu corpo e a sua saúde irão agradecer.

Por isso, planejar e decidir o cardápio de segunda a sexta-feira é fundamental, pois, geralmente, é no final de semana que você tem mais tempo para preparar as refeições.

O planejamento é importante para decidir quais serão os pratos e também para fazer as compras, evitando o desperdício.

Portanto, verifique os recipientes que serão usados para armazenar as marmitas, dando preferência aos potes de vidro.

Se possível, utilize dois potes, um para saladas e outro para os alimentos que precisam ser aquecidos.

Dê preferência a alimentos in natura, coloridos e minimamente processados.

Além disso, use sal, açúcar, óleos e gorduras em quantidades pequenas e faça do ato de cozinhar um prazer, colocando muito amor em suas receitas.

Escolha alimentos de base 

Tendo um ingrediente de base em sua marmita, é só preparar uma salada e alguns legumes e seu almoço está pronto.

Por isso, algumas dicas de alimentos de base são: 

Esses alimentos podem ser preparados de várias formas, fazendo com que suas refeições não se tornem enjoativas.

Fazendo isso, sua marmita será prática, versátil, saudável e gostosa.

Equilibre o seu cardápio

Durante o preparo de suas marmitas, tenha em mente a regra dos três para ter uma refeição balanceada: uma proteína, um carboidrato e verduras.

Apesar de o tamanho das porções variarem de acordo com a sua necessidade, sempre garanta uma quantidade balanceada desses três grupos.

Não cozinhe demais os alimentos

Para que a sua marmita não fique com uma consistência muito mole na hora de comer, evite cozinhar demais os alimentos.

Por isso, procure deixá-los al dente e finalizar o cozimento quando for aquecer, seja no micro-ondas, seja no fogão.

Mantenha na geladeira no máximo três dias

Os alimentos podem ser conservados na geladeira, sem congelar, por no máximo três dias.

Por isso, o que você for consumir dentro desse período pode ser mantido sob refrigeração, para não precisar descongelar.

Porém, o que passar disso, é necessário congelar para garantir que não irá estragar e nem perder a qualidade e o sabor.

Compre verduras fresca

No caso da salada, recomenda-se comprar as verduras duas vezes por semana, principalmente folhas, evitando assim que elas estrague.

Por exemplo, se você comprar de uma só vez, provavelmente na quinta e sexta-feira ela já estará murcha.

Coloque etiqueta nos recipientes

Sempre coloque uma etiqueta nos recipientes de marmitas, para identificar com facilidade aquilo que você quer em determinado dia da semana.

Você pode fazer impresso ou à caneta (em um papel) e colar com uma fita adesiva.

É importante colocar a data de congelamento e, quando for consumir, sempre pegue a marmita “mais antiga”.

Descongele corretamente

A maneira adequada para descongelar sua marmita é tirá-la do congelador e deixar na geladeira, para que descongele naturalmente.

Deixar em temperatura ambiente até funciona, porém não é recomendado, pois em dias quentes corre o risco de contaminação. 

Mas na pressa, pode descongelar no micro-ondas, mas não esqueça, opte por recipientes de vidro, ou no fogão, em uma panela.

Separe por porções

Para evitar descongelar mais comida do que vai consumir, separe em porções, para evitar o desperdício.

Coloque a quantidade certa em cada pote, deixando pronto para descongelar e esquentar somente o que for comer.

Informações relevantes sobre os alimentos:

  • Leguminosas como feijão, vagem, ervilha, soja, grão-de-bico e lentilha são ricas em vitamina B, ferro, fibras e proteínas.
  • Legumes como cenoura, chuchu, beterraba, abóbora e verduras tipo alface, brócolis e couve-flor têm baixas calorias e fortalecem o sistema imunológico.
  • Verduras com folhas escuras, tipo rúcula, agrião, espinafre e couve, são ricas em vitaminas A, B, C e K, cálcio, ferro, potássio, fibras e antioxidantes.
  • Oleaginosas como amêndoas, avelãs, castanhas e nozes ajudam a combater o colesterol ruim (LDL) e também são fontes de cálcio, magnésio e ômega 3.
  • As frutas são ricas em vitaminas e minerais.
  • Os cereais integrais como arroz, milho, granola, aveia e trigo são bastante nutritivos.
  • Opte por carnes magras, frango e peixe.

Dicas extras

Não congele ovo, maionese, alimentos à base de ovos, creme de leite e folhas.

Dê um choque térmico nos legumes após o cozimento (jogue água gelada por cima), isso fará com que eles não percam a qualidade.

Se algum dia optar por fazer strogonoff, congele-o sem o creme de leite e acrescente o ingrediente apenas ha hora de esquentar.

Para o arroz ficar com sabor de novo, utilize um pouquinho de manteiga no aquecimento.

Importante

Não seja ambicioso, pois isso poderá desanimar você logo no início.

Portanto, comece a preparar suas marmitas aos poucos, de forma gradativa.

Assim estará cada vez mais motivado para fazer suas refeições e vai incluir as marmitas em sua rotina semanal.

Depois que você se acostumar, ficará muito prático preparar sua marmita para a semana sem perder a qualidade e o sabor dos alimentos.

Mais Lidas