- PUBLICIDADE -

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Como evitar que o esmalte endureça: 4 truques sem acetona

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Muitas vezes, o esmalte resseca antes do prazo de validade. O resultado é desperdício do produto e do dinheiro. Aprenda 4 dicas para recuperar seu esmalte sem usar acetona.

Uma das dicas mais conhecidas para recuperar esmaltes ressecados é adicionar algumas gotas de acetona.

O segredo funciona, mas não agrade a muitas pessoas.

Isso porque a coloração do produto fica comprometida ao ser aplicada nas unhas.

Além disso, a acetona pode ressecar muito as unhas.

Aprenda neste artigo dicas diferentes e inusitadas para recuperar esmaltes secos que, provavelmente, você não conhece!

Recuperar esmalte ressecado: 4 dicas sem usar acetona

Água fervente

Eis um dos mais eficazes procedimentos para recuperar o esmalte grosso ou endurecido, mas que nem todo mundo conhece.

Prepare um banho-maria e coloque o vidro.

Deixe fervendo por até 15 minutos.

Retire do banho-maria e deixe o vidrinho amornar.

Assim que ficar morno, esfregue entre as mãos durante alguns segundos.

[SIGA O CANAL DO CURA PELA NATUREZA NO TELEGRAM]

Depois, coloque o esmalte na geladeira por uns 15 segundos.

O produto estará perfeito para ser usado normalmente!

Bicarbonato de sódio com óleo de coco

Faça uma misturinha caseira de meia colher (café) de óleo de coco com algumas pitadas de bicarbonato de sódio.

Em seguida, adicione no vidro do esmalte.

Chacoalhe bem.

O produto amolecerá e ficará hidratado e pronto para ser usado de novo.

É possível substituir o óleo de coco por óleo de amêndoas, porém o produto ficará um tanto oleoso.

Água oxigenada de 10 volumes

A água oxigenada já é uma velha conhecida para diferentes receitas caseiras.

E também ela pode ser usada para acabar com o esmalte que engrossou.

É fácil!

Basta adicionar, em um vidro cheio de esmalte, cinco gotas de água oxigenada de 10 volumes.

Então, deixe repousar por uns 10 minutos. Em seguida, chacoalhe o vidro do esmalte.

Caso permanece endurecido, coloque mais algumas gotas e repita o procedimento.

Atenção!

Não use água oxigenada com volumes acima de 10, pois isso pode alterar a coloração dos seus esmaltes.

Limão e vinagre no esmalte

Dica bem simples também!

Para cada vidrinho cheio de esmalte, prepare uma mistura caseira de meia colher (sobremesa) de vinagre branco com algumas gotinhas de suco de limão.

Então, despeje no frasco e misture.

Dicas para não ressecar seus esmaltes

Conforme já mencionamos, além de desperdiçar o produto, perdemos dinheiro quando os esmaltes ficam secos.

Assim, é sempre recomendado evitar o prejuízo, antes mesmo de consertar.

Confira algumas dicas eficazes que darão vida longa aos seus esmaltes:

  • Guarde sempre os frascos em pé. Inclusive, pode reparar que as manicures mantêm os vidrinhos dessa forma.
  • Deixar o esmalte deitado faz com que ele se espalhe pelo frasco de forma não uniforme, o que favorece o ressecamento.
  • Ao pintar as unhas, não deixe o vidro aberto por muito tempo.
  • Além disso, sempre limpe os frascos de esmalte antes de fechar. Isso porque se ficar produto fora, ele ressecará e acabará ressecando também o que está dentro do frasco.
  • Sempre olhe a data de vencimento antes de comprar o produto. Não adquira esmaltes que vão vencer em menos de um ano.
  • Por fim, é claro, a dica é dar preferência para produtos de marcas conhecidas e de qualidade.

Por que o esmalte endurece?

Além de hábitos errados, o esmalte é um produto que está sujeito a engrossar demais e endurecer.

E isso pode ocorrer mesmo dentro do prazo de validade, inclusive com produtos de qualidade.

Um dos motivos para o esmalte endurecer é o próprio solvente do produto.

Se por um lado ele mantém o esmalte cremoso, ele acaba sofrendo reações químicas com o passar dos meses que podem engrossar o produto.

As altas temperaturas também contribuem para o esmalte endurecer.

Em locais e regiões com temperaturas mais elevadas, esses produtos tendem a endurecer mais rápido.

Mais Lidas