Como controlar diabetes: 8 alimentos que diminuem a glicose e você não sabia

Imagem: Depositphotos

Muitas vezes, seu nível de açúcar no sangue aumenta porque você não está adotando hábitos saudáveis. 

Viver constantemente com um alto nível de açúcar no sangue pode levar ao diabetes.

Felizmente, os remédios naturais funcionam muito bem para manter os níveis de açúcar controlados, a depender do grau da doença.

Mas, além disso, você deve reduzir o consumo de alimentos ricos em açúcar ou com alto índice glicêmico e, de preferência, se exercitar de quatro a cinco vezes na semana, mesmo que seja uma caminhada leve, por 30 minutos. 

Se você for portador de diabetes tipo 1, talvez precise tomar injeções de insulina junto com os remédios naturais.

Já o diabetes 2 pode ser controlado a partir de uma mudança no estilo de vida e se cuidando, da melhor forma possível. 

Logo abaixo, você vai conhecer alimentos, ervas, especiarias e suplementos naturais que ajudam a controlar diabetes, além de entender a melhor forma de consumo deles.

Afinal, corrigir o estilo de vida e melhorar a forma como se alimenta pode ajudar muito a melhorar a saúde no geral.

Açafrão-da-terra (cúrcuma)

O açafrão ou cúrcuma é muito usado na culinária asiática, principalmente na cozinha indiana, paquistanesa e iraniana.

Mas vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil e no mundo, devido aos inúmeros benefícios que ele traz consigo.

Este tempero é semelhante ao gengibre e adiciona cor e um sabor distinto aos alimentos.

A cúrcuma também é considerada um medicamento ayurvédico, usada para tratar feridas, infecções bacterianas, problemas digestivos e de pele.

O fitoquímico chamado curcumina é o responsável pela cor amarela do açafrão e pelas propriedades medicinais dessa raiz.

Além disso, a curcumina também é responsável por ter um efeito redutor de glicose no sangue.

De fato, estudos comprovam que pacientes com diabetes tipo 2 podem reduzir seus níveis de glicose no sangue consumindo esse superalimento.

Como consumir açafrão para controlar diabetes

Você pode mastigar um pedaço de cru, tomar em forma de cápsulas ou consumi-lo em pó, misturando no suco ou mesmo na água.

As doses são:

  • Raiz de açafrão cru: 1 centímetro
  • Pasta de raiz de açafrão: 1 ou 2 colheres de chá
  • Açafrão em pó: 1 ou 2 colheres de chá
  • Cúrcuma em cápsula: 500 mg, duas vezes ao dia

Quando consumir açafrão

Você pode mastigar o açafrão com o estômago vazio pela manhã e usar sua pasta ou pó em sucos.

Outra alternativa é ingerir cápsulas antes do almoço e jantar.

Gengibre

O gengibre é um alimento poderoso e, assim como o açafrão, é também amplamente utilizado na culinária asiática.

O fato é que esta raiz aromática também pode ajudar a diminuir os níveis de açúcar no sangue.

Diversos estudos científicos confirmam que o gengibre ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue, aumentando a secreção de insulina.

Como consumir gengibre para controlar diabetes

Você pode mastigar o gengibre cru, ralado na comida, beber o chá, consumir gengibre em pó, usá-lo em forma de óleo e adicionar pedaços ao suco e bater no liquidificador.

Doses:

  • Raiz de gengibre: 2 centímetros
  • Óleo de gengibre: 3 a 4 gotas
  • Gengibre em suco: pedaço com 2 centímetros
  • Gengibre em pó: 1 colher de chá

Quando consumir gengibre

O chá de gengibre é ótimo para começar o dia.

Tente evitar consumi-lo após as 18 horas, pois pode prejudicar o sono.

Você pode também tomar um suco de frutas junto com um pedaço de gengibre antes do almoço.

Orégano

Nem só na pizza essa erva exala seu aroma, sabor e sua variedade enorme de benefícios para a saúde.

O orégano é conhecido por conter glicosídeos que reduzem os níveis de açúcar no sangue.

Os extratos do orégano contêm  uma atividade inibitória da glicemia. 

O ácido rosmarínico estimula o sistema imunológico, ajudando a aumentar a atividade da insulina e mobilizando a glicose nas células, reduzindo assim a taxa de açúcar no organismo.

Como consumir orégano para controlar diabetes

Você pode usar orégano fresco ou seco na alimentação, mastigar as folhas, beber em forma de chá, consumir óleo diluído ou mesmo as cápsulas.

Tente fazer o chá adicionando uma colher de chá de orégano seco ou fresco a uma xícara de água fervente.

Deixe em infusão por cinco minutos e depois basta consumi-lo.

Doses:

  • Cápsula de orégano: 200 a 500 mg por dia
  • Óleo de orégano: 4 a 6 gotas por dia (diluído)
  • Folhas secas de orégano: 1 colher de chá, duas vezes ao dia
  • Folhas frescas de orégano: 4 a 5 folhas, duas vezes ao dia

Quando consumir orégano

O ideal é beber o chá de orégano no início da manhã, mas você também pode mastigar folhas frescas em jejum ou consumir orégano seco no almoço e no jantar.

Feno-grego

As sementes e folhas de feno-grego são extremamente capazes de para tratar problemas digestivos e distúrbios metabólicos. 

Por isso, vêm sendo usadas desde muito tempo para tratar queda de cabelo, problemas de pele e metabolismo lento. 

Este tempero também é amplamente utilizado em várias partes do mundo.

Mas, além da cozinha, as sementes de feno-grego têm efeitos redutores de glicose no sangue e podem ser usadas para tratar diabetes tipo 2. 

Como consumir o feno-grego para controlar diabetes

A melhor maneira de consumir o feno-grego é deixando as sementes de molho (uma colher de sopa) durante a noite em um copo de água (200mL).

No dia seguinte, descartam-se as sementes e bebe-se apenas o líquido.

No preparo de alimentos, você também pode incluir as sementes de feno-grego. 

Cravo-da-índia

Cravo é um botão seco de flor que é popularmente usado na culinária mundial (aqui no Brasil, usamos até nos docinhos de festa). 

Além disso, é uma poderosíssima especiaria aromática, que tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e digestivas. Estudos comprovam que o cravo ajuda a melhorar a sensibilidade à insulina e reduz os níveis de colesterol ruim e triglicerídeos.

Como consumir cravo-da-índia para controlar diabetes

Você pode mastigar o cravo cru, mas também pode usar cravo inteiro ou em pó em preparações de alimentos ou consumir cápsulas ou como chá. 

  • Cravo: 2 para mastigar, 5 a 6 na preparação de alimentos
  • Cravo em pó: ½ colher de chá
  • Cápsula de cravo: 500 mg por dia

Quando consumir o cravo-da-índia

Mergulhe 3 a 4 dentes em um copo de água durante a noite e beba pela manhã, use o cravo inteiro ou em pó nas refeições.

Canela 

Uma das especiarias mais aromáticas do mundo, possui um cheiro muito forte e característico, derivado da casca das árvores de canela.

A canela é um suplemento natural incrível para controlar diabetes, além de tratar a obesidade, espasmos musculares, diarreia e resfriado comum.

Muitos estudos confirmaram que consumir canela regularmente pode ajudar a controlar o açúcar no sangue e, portanto, pode ser usado como um medicamento alternativo para tratar o diabetes (mas não substitui tratamento médico).

Como consumir canela para controlar diabetes

Você pode consumir casca de canela, pó ou cápsulas. 

  • Pau de canela: 2 paus
  • Canela em pó: ½ colher de chá
  • Cápsula de canela: 500 mg por dia

Quando consumir canela

Você pode tomar chá de canela de manhã e à noite, adicionar canela em pó ao seu smoothie ou suco no café da manhã, além de tomar em formato de cápsula.

Sálvia

Consumir sálvia com o estômago vazio pode ajudar a reduzir significativamente os níveis de glicose no sangue.

Além de aumentar a secreção e a atividade da insulina, o que ajuda a reduzir o açúcar no sangue em pré-diabéticos e a controlá-lo em diabéticos tipo 2. 

Também impacta positivamente a função hepática, melhorando assim a imunidade. Outra curiosidade é que esta erva é mais medicinal quando consumida como chá.

Como consumir sálvia para controlar diabetes

A melhor forma de consumir a sálvia é na forma de chá, mas você também pode mastigar as folhas, adicioná-las à sua comida ou tomar em forma de suplementação. 

Para preparar o chá de sálvia, despeje água fervente em uma xícara contendo 2 folhas de sálvia. Deixe em infusão por 5 minutos. 

  • Folhas: 4 a 6g ao dia
  • Folhas secas: ½ colher de chá
  • Chá: 2 a 3 xícaras por dia 

Quando consumir sálvia

Consuma chá de sálvia ou mastigue folhas de sálvia no início da manhã com o estômago vazio. Você pode incluir folhas de sálvia em sua alimentação no almoço e no jantar.

Ginseng

Há anos, o ginseng é conhecido como uma erva que aumenta a imunidade e combate doenças, mas os pesquisadores descobriram recentemente que ele também contém propriedades antidiabéticas. 

Ou seja, quando a pessoa toma ginseng, a absorção de carboidratos diminui, as células absorvem e usam mais glicose. Além disso, a produção de insulina no pâncreas também aumenta. 

Tudo isso contribui para um corpo mais saudável e menos propenso à doença. Então, se você é portador de diabetes, o ginseng pode ajudar a diminuir os níveis de glicose no sangue em 15 a 20%, conforme demonstrado pela equipe de pesquisa da Universidade de Toronto.

Como consumir ginseng para controlar diabetes

Você pode consumir a raiz ou pó de ginseng. Pique a raiz e adicione-a à água previamente fervida. Deixe em infusão por 5 a 6 minutos. Você também pode misturar ginseng em pó na água morna e tomá-lo.

  • Pó: 1 colher de chá
  • Raiz: 2 a 3g ou 7 a 8 fatias

Quando consumir ginseng

Consumir ginseng no início da manhã e antes do jantar.

Pessoas com diabetes ou que acompanham de perto seus níveis de açúcar no sangue, entendem a importância de consumir os alimentos certos. 

Nesse sentido, o uso de ervas e super alimentos para o tratamento dessa doença vem ganhando popularidade nos últimos tempos, já que podem ajudar a reduzir ou controlar os níveis de açúcar no sangue. 

Esses ingredientes naturais são muito eficazes, pois contêm antioxidantes, nutrientes e compostos bioativos benéficos que podem controlar os níveis de açúcar ou melhorar a função da insulina. 

Para finalizar, evitar alimentos com alto teor de açúcar, seguir uma dieta balanceada e praticar exercícios regularmente vai potencializar o alcance dos melhores resultados.