- PUBLICIDADE -

Error: Embedded data could not be displayed.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Como a deficiência de vitamina D pode prejudicar a saúde dos dentes

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Se você estiver com deficiência de vitamina D, escovar os dentes e usar fio dental podem não ser o suficiente para garantir sua saúde bucal.

Certamente seu dentista já recomendou escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia e usar fio dental em todas as escovações. 

Mas saiba que apenas escovar bem os dentes e usar fio dental corretamente não são as únicas medidas necessárias para garantir a saúde dos seus dentes. 

O que muita gente nem imagina é que a maneira como nosso corpo gerencia os minerais (incluindo aqueles encontrados dentro dos dentes) depende do equilíbrio do cálcio e do sistema imunológico, que são também equilibrados pela quantidade de vitamina D.

Sabemos que os dois problemas bucais mais comuns são as cáries e sangramento nas gengivas. 

A cárie, inclusive, é uma doença crônica e a mais comum entre as crianças.

Já o sangramento nas gengivas pode ser sinal de gengivite, uma doença inflamatória crônica. 

A vitamina D desempenha um papel fundamental na prevenção da cárie dentária e de doenças gengivais.

Vamos falar primeiro sobre a cárie dentária.

Cada um dos nossos dentes possui células que precisam de combustível para permanecerem fortes. 

É por isso que a cárie dentária não está necessariamente associada à má higiene bucal. 

Existem povos que nunca tocaram em uma escova de dente e apresentavam muito poucas cáries.

E o responsável por isso é a vitamina D, necessária para manter a saúde dos nossos ossos e absorver o cálcio em nossa dieta.

O cálcio é que cria a estrutura óssea que compõe o esmalte dentário. 

Ele protege o esmalte dos dentes e aumenta os fatores imunológicos que reparam a dentina danificada.

Mas é importante dizer que isso só acontece se houver vitamina D suficiente no organismo.

Em relação ao sangramento nas gengivas, é preciso ficar de olho para não gerar uma gengivite.

O sangramento nas gengivas é sinal de que seu sistema imunológico está fragilizado. 

Isso porque sua boca é uma extensão do microbioma intestinal, onde 80% do sistema imunológico é preparado. 

Como o intestino, a boca é uma interação entre micróbios e as células imunológicas.

E como sabemos, a vitamina D é fundamental para aumentar o sistema imunológico . 

Ela controla como e quais células imunológicas são formadas.  

Não por acaso, crianças com deficiência de vitamina D mostraram ter maior risco de cárie dentária.

A boa notícia é que com apenas algumas mudanças simples no seu estilo de vida e na dieta alimentar é possível  manter os níveis de vitamina D elevados.

O primeiro passo é se expor a luz solar por 30 minutos todos os dias.

Lembre-se de deixar o rosto e os braços expostos para produzir vitamina D.

Consuma de uma a duas porções de alimentos ricos em vitamina D por dia.

Anote a lista:

  • Peixe gordo (sardinha, cavala, salmão, bacalhau)
  • Carne
  • Ovos
  • Manteiga, iogurte, queijo (de animais criados no pasto)

Além disso, você pode fazer suplementação de vitamina D.

Procure seu médico de confiança.

Veja os 12 sinais de aviso de que você está com deficiência de vitamina D.