quarta-feira, 25 maio 2022
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Cogumelo chaga: conheça o fungo que pode combater o câncer

Você já tinha ouvido falar no cogumelo chaga? Conheça esse fungo que possui diversos benefícios para a saúde, incluindo o combate a alguns tipos de câncer.

O Inonotus obliquus, ou cogumelo chaga, como é conhecido popularmente, é uma espécie de fungo que ocorre em regiões frias do leste europeu, norte da Rússia e da China, na península coreana e no Japão, e também no Canadá.

A erva cresce na casca de vidoeiros, que são árvores nativas desses locais citados, que também têm características propícias para climas frios.

Já conhecido há muito tempo na milenar medicina popular oriental, o cogumelo chaga ficou famoso no mundo depois que estudos apontaram uma possível relação entre as propriedades do cogumelo chaga a regressão de alguns tipos de câncer.

Neste artigo trouxemos um pequeno compilado que fala sobre esse e outros benefícios do cogumelo chaga para a saúde.

Continue lendo e informe-se corretamente sobre o assunto!

Propriedades do cogumelo chaga

Nenhum produto natural tem poderes medicinais sem a ação de seus componentes internos.

Com o cogumelo chaga não é diferente, e a ação dessa erva é movida pelas seguintes substâncias:

  • Ácido vanílico;
  • Ácido protocatecuico;
  • Betulina;
  • Flavonóides;
  • Peróxido de ergosterol;
  • Polissacarídeos;
  • Polifenóis (incluindo inonoblinas e feligridinas);
  • Terpenóides;
  • Dentre outras.

Agora, veja a seguir os benefícios que esses compostos naturais poderosos trazem à saúde.

Benefícios do cogumelo chaga

Segundo a medicina tradicional, principalmente àquela advinda da China, o Inonotus obliquus pode ser usado para a obtenção dos seguintes resultados:

  • Fortalecimento do sistema imunológico;
  • Redução de inflamações;
  • Combate a doenças hepáticas e proteção do fígado;
  • Controle da glicose;
  • Controle dos níveis de colesterol ruim;
  • Combate à hipertensão;
  • Dentre alguns outros.

Além da comprovação prática que já perdura por milhares de anos, é de conhecimento geral que vários componentes do fungo promovem os benefícios indicados.

Com isso, é possível dizer que, consumido corretamente, o cogumelo chaga torna-se um poderoso remédio natural.

Mas e o combate ao câncer?

Estudos recentes realizados por algumas universidades asiáticas estão animando os especialistas e a comunidade científica em geral por apontarem o cogumelo chaga como um possível combatente a alguns tipos de câncer.

É importante dizer que as amostragens preliminares foram colhidas a partir de testes em células e em animais.

Contudo, é possível dizer que as substâncias presentes no fungo fizeram células cancerígenas de vários tipos regredirem.

Os tipos de câncer que o cogumelo chaga pode ter potencial de combate, são os seguintes:

  • Câncer colorretal;
  • Câncer de mama;
  • Adenocarcinoma (câncer que atinge o pulmão);
  • Câncer de próstata;
  • Câncer cervical;
  • Melanoma (tipo de câncer que atinge a pele);
  • Câncer de fígado;
  • Sarcomas (cânceres que atingem tecidos modelos do corpo).

Todos os estudos que analisam o poder de combate do cogumelo chaga contra os tipos de câncer citados são preliminares e ainda não têm resultados conclusivos em humanos.

Porém, os resultados são promissores, como dissemos, e representam uma grande esperança.

Como consumir o cogumelo

O Inonotus obliquus pode ser consumido através do seu tradicional chá, muito consumido por chineses, coreanos e japoneses.

A infusão do cogumelo chaga pode ser feita e consumida como qualquer outro chá de ervas.

Contudo, aqui no Brasil é mais fácil e comum encontrar suplementos à base do fungo em farmácias e lojas de produtos naturais.

Em sua maioria os produtos têm sua produção certificada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), e preservam os benefícios do produto natural.

Os suplementos geralmente são comercializados em forma de pó ou de cápsulas.

Contraindicações

De uma forma geral, o cogumelo chaga não causa efeitos adversos em quem o consome.

Porém, existem alguns tipos de pessoas que podem passar mal caso consumam produtos à base do fungo ou mesmo a erva em si, na forma in natura.

Em geral, esse produto natural é proibido para mulheres grávidas ou que estejam amamentando, portadores de doenças autoimunes e pessoas que estejam tomando anticoagulantes e/ou sofrendo com sangramentos.

No mais, é recomendado apenas cautela no consumo do Inonotus obliquus para evitar intoxicações por excesso.

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
580,645SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,908SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -