Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Cientistas criam adesivo revolucionário de maconha que trata com sucesso fibromialgia e neuropatia diabética!

Vamos começar este texto fazendo uma separação: a maconha é oficialmente, no Brasil, uma droga ilícita, ou seja, é uma droga cujo uso não deve ser incentivado.

No entanto, existem na maconha substâncias com poderosas propriedades medicinais.

Essas substâncias, quando manipuladas em laboratório, podem se converter em maravilhosos medicamentos.

É o caso deste revolucionário adesivo desenvolvido pela empresa Cannabis Science, um remédio que alivia a dor da fibromialgia e da neuropatia diabética.

A composição desse medicamento libera na pele potentes substâncias analgésicas extraídas da maconha, que circulam pela corrente sanguínea.

Isso permite o alívio da dor provocada pela fibromialgia.

Se você está pensando nos possíveis efeitos colaterais, não se preocupe: doses controladas não prejudicam o corpo de nenhuma forma.

A empresa que estuda a eficiência da erva, a Cannabis Science, assegura aos clientes que a substância concentrada da planta pode curar todas as áreas afetadas do corpo.

Isso porque o método transdérmico funciona melhor do que qualquer outra forma, como o oral, intramuscular ou intravenoso.

Este adesivo garante a quantidade necessária do conteúdo de cura a ser entregue ao paciente.

Ele contém o extrato de um poderoso canabinoide, o CBD, que alcança o sistema nervoso central e alivia a dor.

O CBD é o segundo canabinoide mais importante da maconha, perdendo apenas para o THC.

Ele não é psicoativo (alucinógeno) e é famoso por reduzir significativamente os sintomas em pacientes que sofrem de distúrbios convulsivos e espasmos como a epilepsia e esclerose múltipla.

Ele também funciona para aliviar a dor e inflamação, enquanto produz um efeito calmante nos pacientes.

Ele é anti-inflamatório e não causa efeitos colaterais.

Raymond C. Dabney, CEO da Cannabis Science, diz que  o adesivo à base de CBD tem apenas uma pequena parte da capacidade medicinal da erva.

E já assim poderá causar uma revolução.

Para você ter ideia, mais de 10% dos americanos são afetados pela fibromialgia, e muitos nem sequer sabem que eles têm.

E o remédio extraído da maconha pode ajudar bastante a essas pessoas.

Agora os cientistas da Cannabis Science estão buscando apoio para investimento em pesquisas e para a legalização do remédio derivado da erva

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO