Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Cientistas confirmam: pessoas absorvem energia de outras pessoas!

Você já sentiu uma vibração ruim quando alguém chegou perto?

Essa sensação é muito comum.

Há muitos relatos também de gente que sentiu a energia interior indo embora depois que passou algum tempinho com pessoas tristes ou de má índole.

É sobre isso que viemos falar neste post.

Acredite: isso não é misticismo, não é superstição.

E quem provou foi a ciência.

De acordo com um estudo da Universidade de Bielefeld, na Alemanha, as plantas são capazes de receber energia de outras plantas.

E tem mais.

Segundo os cientistas, a troca de energia é constante no nosso planeta.

As plantas e as algas, por exemplo, são capazes de transmitir e receber energia umas das outras.

E com o ser humano não é diferente!

Um dos pesquisadores fez uma comparação interessante: disse que nosso corpo parece esponjas que absorvem energia, ao invés de água.

O interessante é que, quando recebemos essas energias, os níveis de cortisol e de células são alterados.

Não é à toa que há mudanças de humor e sensações, como:

– Estresse

– Raiva

– Nervosismo

– Tristeza

– Felicidade

– Otimismo

–  Vontade de rir sem motivo aparente

Para você ter ideia, os povos antigos valorizam muito a conexão do ser humano com a natureza.

Infelizmente, essa troca de energia foi se perdendo com o tempo.

Isso é tão sério que, nos dias de hoje, muita gente é incrédula.

No entanto, a boa notícia é que ainda existe um bom número de cientistas dispostos a investir tempo e dinheiro em estudos sobre a troca de energia humana.

Isso, é claro, contrariando a comunidade científica mais cética.

Todavia, a maioria de nós já sentiu, em algum momento da vida, cargas positivas e negativas deixadas por outros.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO