Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Cientistas confirmam: obturações de amálgama representam uma séria ameaça à saúde!

Já faz um bom tempo, o Cura pela Natureza publicou uma matéria sobre os riscos de obturações de amálgama.

A matéria alertava sobre a possibilidade de essas obturações intoxicarem o corpo das pessoas com mercúrio e isso causar vários problemas de saúde.

Na época, muitos leitores criticaram a matéria, acusando-a de não ter base científica.

Pois bem, o tempo passou e agora uma pesquisa da Universidade da Geórgia (EUA), publicada na revista Ecotoxicologia e Segurança Ambiental, confirmou que as obturações dentárias compostas por uma mistura de mercúrio, prata, estanho e outros metais contribuem significativamente para o aumento dos níveis de mercúrio no sangue.

Os resultados mostraram que as pessoas com mais de oito obturações tinham 150% mais mercúrio no sangue do que aqueles com nenhuma.

Há mais de 100 anos, os dentistas utilizam o amálgama dental para preenchimento dentário por ser acessível e durável.

O problema é que praticamente a metade da composição do amálgama é de mercúrio, uma substância extremamente tóxica, que em níveis elevados causa problemas no cérebro, coração, rins e pulmão, além de enfraquecer a imunidade das pessoas.

A pesquisa é a primeira a demonstrar uma relação entre obturações dentárias e exposição ao mercúrio em uma população representativa: 15 mil pessoas participaram da pesquisa.

A preocupação com a exposição ao mercúrio pelas obturações dentárias não é nenhuma novidade.

A diferença desse estudo é que ele mostra dados mais consistentes sobre os danos, de acordo com Xiaozhong John Yu, professor assistente de Ciências da Saúde Ambiental e coautor da pesquisa.

John Yu acrescenta que a pesquisa foi a primeira a selecionar por idade, escolaridade, etnia, raça, sexo, tabagismo e consumo de frutos do mar –conhecido fator de aumento dos níveis de mercúrio no corpo.

Os pesquisadores analisaram a exposição por tipos específicos de mercúrio e encontraram um aumento significativo de metilmercúrio, a forma mais tóxica do metal, nas obturações dentárias.

Com tantas evidências, você ainda não está convencido do perigo da obturação de amálgama?

Então, reflita: amálgama contém mercúrio.

Mercúrio é um metal extremamente nocivo.

Seria o mercúrio desse tipo de obturação diferente de todos os outros e o único inofensivo?

Este é um blog de notícias sobre tratamento caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO