- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Chikungunya: conheça remédios naturais e alimentos para combatê-la

A chikungunya é uma doença causada pela picada do mosquito Aedes aegypti. Veja como tratá-la naturalmente.

A chikungunya surgiu na Ásia e na África e se espalhou pelo mundo trazendo incômodos, desconforto e até mortes.

Essa enfermidade, que é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite dengue e zika, tem sintomas bem característicos.

Entre os principais, podemos citar fortes dores de cabeça, febre alta, dores musculares, manchas vermelhas na pele e, principalmente, fortes dores nas articulações.

Inclusive, o termo “chikungunya” significa “aqueles que se dobram” ou “aquele que está encurvado”, em referência às posições que os infectados ficam quando as dores começam.

Aqui no Brasil a chikungunya chegou forte, muito por causa do clima do país, que favorece a proliferação do seu agente causador.

Mas como parar essa doença terrível?

Frequentemente a solução para combate à chikungunya tem sido tratamentos medicamentosos prescritos por médicos.

Contudo, existem algumas formas naturais de eliminar o vírus causador da doença e também aliviar os sintomas.

Neste artigo, apresentaremos alguns remédios naturais e alimentos que possuem esses atributos.

Remédios naturais para a chikungunya

Como dissemos, existem alguns tipos de remédios naturais e caseiros que podem combater a chikungunya.



Essas substâncias poderosas são todas infusões à base de ervas e outros produtos naturais recheados de compostos que combatem o vírus CHIKV, causador da doença, e os sintomas provocados.

Esses chás poderosos são:

Veja agora, logo abaixo, os benefícios dessas infusões!

Aliviam a dor de cabeça

A maioria dos tipos de chás apresentados acima possuem efeito analgésico e anti-inflamatório.

Essas propriedades combatem os efeitos nocivos do vírus da chikungunya sobre as estruturas cranianas, que causam a dor de cabeça sentida na infecção da doença.

Portanto, consumir essas infusões pode aliviar a dor de cabeça, que é um dos principais sintomas da “chicungunha”.

Baixam a febre

Alguns chás, sobretudo os chás com maior potencial anti-inflamatório, como o de gengibre e o de açafrão, também combatem a febre, que é outro grande sintoma da chikungunya.

Afinal, a febre é resultado de algum tipo de infecção.

Logo, ao combater a infecção, se combate também a febre.

Combatem o cansaço físico

Os remédios naturais apresentados podem ainda combater a “moleza” que a chikungunya provoca.

Esses chás possuem nutrientes e eletrólitos necessários para a reativação energética do corpo.

Além disso, ao combater a febre, as infusões também combatem o cansaço e a indisposição provocados por ela.

Combatem as náuseas e vômitos

Em especial o chá de gengibre e de erva-doce são ótimos combates de náuseas e vômitos.

Esses sintomas são experimentados por grande parte das pessoas acometidas pela chikungunya.

Diminuem a dor em músculos e articulações

Praticamente todas as infusões da lista acima possuem ação anti-inflamatória e analgésica.

Por isso, são eficazes contra as dores musculares e articulares causadas pela chikungunya.

Esses efeitos são resultado de inflamações causadas pelo vírus CHIKV em músculos, tendões e cartilagens.

Compressas de água quente misturada com algum dos chás apresentados também podem ser eficazes.

Eliminam a diarreia

Existem alguns chás, dentre os apresentados, que atuam no equilíbrio da flora intestinal e podem combater a diarreia provocada pela chikungunya em muitas pessoas.

Alguns desses chás são o de erva-doce, o de limão com cravo e mel, e o de casca de tangerina com canela.

Fortalecem o sistema imunológico

É correto afirmar que todos os chás apresentados possuem algum elemento que ajuda no fortalecimento do sistema imune.

Com isso, a sua ingestão potencializa as defesas do corpo no combate ao vírus causador da chikungunya.

Alimentos que podem aliviar os sintomas e eliminar o vírus que provoca a doença

Depois de conhecer poderosos remédios naturais para usar contra a chikungunya, veja alguns alimentos que também podem auxiliar na luta contra a doença.

Água de coco

Durante uma infecção por chikungunya é imprescindível se hidratar o máximo possível.

Dentre os elementos hidratantes recomendados está, além da água normal (H20), a água de coco.

Esse produto natural é extremamente nutritivo e revitalizante.

Entre os seus compostos estão alguns eletrólitos e sais minerais que repõem as perdas impetradas pela doença transmitida pelo aedes aegypti.

Portanto, para quem pegou chikungunya é importante beber bastante água de coco.

Fontes de vitamina B12

A vitamina B12 é muito importante para o equilíbrio de vários elementos do corpo, dentre eles, as fibras musculares que são afetadas pela chikungunya.

Por esse motivo, consumir alimentos ricos no nutriente é mais uma salvaguarda contra as dores musculares e articulares provocadas pela doença.

Alguns exemplos de alimentos ricos em vitamina B12 são:

  • Carnes brancas (peixe, frango e outras);
  • Ovos;
  • Crustáceos (camarão, lagosta e outros);
  • Entre outros.

Raízes

Raízes como inhame, batata doce e mandioca são muito importantes para o combate à chikungunya.

Esses alimentos são conhecidos pelo seu poder de depurar o sangue, ajudando a eliminar toxinas geradas pelo vírus causador da doença e até mesmo removendo o próprio vírus da corrente sanguínea.

Além disso, as raízes possuem nutrientes essenciais para o combate ao vírus, como vitamina C e ferro.

Sucos naturais e sucos detox

Sucos naturais, feitos com frutas ricas em nutrientes como laranja, limão, abacaxi, maçã e outras, podem ajudar e muito no combate à chikungunya e seus sintomas horríveis.

Além disso, os chamados sucos detox, que misturam frutas e vegetais, também podem ser usados.

Esses sucos são diuréticos e ajudam os rins a eliminar as toxinas responsáveis pelas inflamações severas causadas pela doença.

Importante

Nenhum dos remédios naturais apresentados neste artigo, bem como os alimentos indicados, pode substituir o tratamento médico para a chikungunya.

Dessa forma, essas dicas devem ser usadas apenas como um tratamento auxiliar para a doença.

Além disso, vale salientar que principalmente os chás apresentados requerem cautela no seu consumo.

Exagerar na ingestão dessas infusões pode trazer efeitos colaterais graves, como pode ser consultado nas suas respectivas descrições, contidas nos links fornecidos.

Ao sentir os sintomas da chikungunya, procure o pronto-socorro mais próximo!

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
583,754SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,925SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -