Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Chá de gengibre com alho e canela: remédio natural para rinite alérgica

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O chá de gengibre com alho e canela possui propriedades anti-inflamatórias e descongestionantes que ajudam a aliviar as crises de rinite.

A rinite alérgica é uma doença inflamatória que acomete as mucosas do nariz e afeta boa parte da população.

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS),  o Brasil está no grupo de países com as maiores taxas de pessoas com rinite.

Cerca de 30% dos adolescentes e 25% das crianças apresentam sintomas relacionados à doença.

Esse patologia pode acontecer durante o ano todo, mas é no outono e inverno que ela se torna mais frequente.

Esse distúrbio surge no momento em que inalamos alguma partícula estranha, conhecidas como alérgenos.

Ao passar pelo nariz, que funciona como um filtro, essas substâncias são detectadas pelo sistema imunológico.

Por sua vez, o sistema de defesa reage imediatamente, numa tentativa de proteger nosso organismo.

Entre os principais alérgenos que causam a rinite alérgica, destacam-se:

  • Ácaros existentes na poeira doméstica
  • Pelos de animais
  • Fungos
  • Vírus
  • Bactérias
  • Mofo
  • Pólen
  • Perfume
  • Alguns alimentos
  • Medicamentos
  • Descamação de pele
  • Mudanças bruscas de temperatura
  • Fumaça de cigarro
  • Produtos de limpeza com cheiros fortes

Logo após o contato com essas substâncias alérgicas, é possível notar sintomas como:

  • Acúmulo de líquido na mucosa nasal, o que causa a obstrução nasal
  • Espirros frequentes em um curto período de tempo
  • Coceira no nariz, na garganta, no céu da boca e nos olhos

Sinais como dor de cabeça, fadiga e falta de ar costumam aparecer algumas horas após o “gatilho” da crise.

Além disso, a rinite alérgica pode estar ligada a comorbidades, como asma, otites médias, sinusite e ronco.

Como a rinite alérgica não tem cura, por enquanto, para contornar as crises ocasionais é necessário amenizar os sintomas.

Diante disso, as pessoas costumam recorrer à farmácia em busca de descongestionantes nasais e anti-histamínicos.

Porém, alguns remédios naturais ajudam a prevenir e a controlar essas crises.

Remédio caseiro

Esta infusão possui propriedades anti-inflamatórias, bactericidas, fluidificantes e descongestionantes.

Com isso,  torna o organismo mais resistente a inflamações, contribuindo para estabilizar os sintomas da rinite alérgica.

Ingredientes:

  • 1 xícara de água
  • 1 colher (sopa) de gengibre picado
  • 3 dentes de alho picados
  • 1 pitada de canela em pó
  • Mel a gosto

Dica: caso queira, adicione suco de um limão, pois a fruta é rica em vitamina C, muito importante para a imunidade.

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes em uma panela e ferva por dez minutos ou mais, até você sentir que a infusão começou a exalar um aroma.

Desligue o fogo, tampe a panela e deixe em infusão por cinco minutos.

Depois coe, adoce com mel e beba em seguida.

Você verá os bons resultados este simples chá pode oferecer para o alívio dos sintomas da rinite alérgica.

Benefícios do gengibre

Segundo estudo da Faculdade de Medicina da Universidade Tikrit, do Iraque, o gengibre é um tratamento eficaz para rinite alérgica.

Ele funciona como um anti-histamínico natural, anti-inflamatório, antibacteriano e antiviral, melhorando a imunidade.

 Suas propriedades ajudam a aliviar a congestão nasal, o corrimento nasal, a tosse e dor de cabeça.

O gengibre também possui propriedades descongestionantes, o que ajuda a limpar as vias respiratórias das secreções.

Além disso, também tem propriedades expectorantes e anti-inflamatórias, ajudando a diminuir os sintomas da rinite.

Benefícios do alho

O alho é um anti-inflamatório natural que ajuda a fortalecer o sistema imunológico.

Ele auxilia na eliminação de toxinas e combate os sintomas da rinite.

Além disso, devido a uma substância chamada alicina, o alho  possui ação expectorante e descongestionante.

O alho também tem  ação antibiótica, antiasmática, antioxidante e antimicrobiana.

Com isso, ele age no combate a uma série de fungos, bactérias e vírus presentes no ar.

Benefícios da canela

A canela possui forte ação anti-inflamatória, antioxidante, bactericida e fungicida.

Um estudo da Universidade de Hong Kong comparou a atividade antioxidante de 26 especiarias, tendo a canela como a mais rica em antioxidantes.

Por isso, ajuda a neutralizar vários tipos de vírus e infecções responsáveis pelos problemas respiratórios

A canela também age como um expectorante natural, ajuda a combater a tosse e a soltar o catarro.

Além disso, possui ação secante nas mucosas.

Benefícios do mel

O mel se destaca por suas propriedades anti-inflamatórias, bactericidas e fungicidas.

Ele também auxilia na expectoração, causa alívio dos sintomas de alergias respiratórias e nariz entupido.

Cuidados e prevenção

No IV Consenso Brasileiro Sobre Rinites, que é um documento conjunto da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e a Sociedade Brasileira de Pediatria, foram listadas algumas recomendações para a prevenção da rinite alérgica.

Aqui estão:

  • Mantenha o ambiente limpo e ventilado, arejado e com sol
  • Mantenha o ar-condicionado sempre limpo, assim evita-se o acúmulo de poeira e  ácaros
  • No quarto de dormir, evite bichos de pelúcia, estantes de livros, revistas e caixas de papelão que possam acumular poeira
  • Limpe o estrado da cama duas vezes por mês
  • Evitar travesseiro e colchão de paina ou pena
  • Opte pelo travesseiros de espuma, fibra ou látex. Além disso, envolva-os em material plástico ou capas impermeáveis aos ácaros
  • Lave e troque regularmente as roupas de cama e cobertores, secando-as ao sol
  • Dê preferência para pisos laváveis em vez de tapetes e carpetes, para evitar o acúmulo de poeira
  • Opte por cortinas do tipo persianas ou algum outro material que possa ser limpo com pano úmido
  • Evite ao máximo o odor forte de perfumes e produtos de limpeza
  • Lave o nariz com soro fisiológico 0,9% três vezes ao dia
  • Evite usar descongestionantes de maneira excessiva e sem recomendação médica
  • Quando sentir vontade de espirrar, espirre! Evite segurar o espirro, pois pode provocar sangramentos nasais
  • Mantenha uma dieta balanceada para não ganhar peso
  • Não tome banhos extremamente quentes

Importante

Se você convive com essa doença, esteja sempre atento ao clima para poder se adaptar a ele.

Isso porque, a variação climática é um fator decisivo para provocar uma crise de rinite alérgica .