Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Chá de garra-do-diabo: remédio eficaz para fibromialgia, reumatismo e dor ciática

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O chá de garra-do-diabo tem forte ação analgésica e anti-inflamatória e, por isso, é um excelente remédio natural para dor.

Uma em cada cinco pessoas, pelo menos uma vez por semana, sofre de dor crônica.

Se esse também é o seu caso, saiba que é possível tratá-lo naturalmente.

Qual é a primeira coisa que você faz assim que a dor aparece?

Provavelmente, sem pensar muito, você tomará um remédio para aliviar e suportar a dor, ignorando que existem soluções naturais e menos prejudiciais para o estômago.

Se você também tem o hábito de tomar analgésicos, pare e lembre-se de que você tem uma alternativa. 

Ou seja, as centenas de plantas com ação analgésica e anti-inflamatória, incluindo a garra-do-diabo.

Hoje vamos focar a atenção neste remédio natural, conhecendo suas propriedades e a forma correta de usar esse milagre da natureza.

O que é a garra-do-diabo?

Garra-do-diabo é o nome comum dado ao harpagophyte (Harpagophytum procumbens), uma planta perene pertencente à família Pedaliaceae e que é nativa da África.  

A história conta que a planta foi descoberta pelas tribos bantu, honentote e bushman, e inicialmente era usada para promover a digestão, aliviar a dor e combater a gripe. 

É, portanto, parte da história da medicina tradicional sul-africana.

Por que esse nome?

Antes de passar para as propriedades que caracterizam esse remédio natural, vamos falar sobre a origem do nome que foi atribuído a essa planta.

Essa nomenclatura é por causa do formato dos frutos, com espinhos em forma de gancho e, se você pisar ou ser furado por neles, vai sentir uma dor insuportável.

Quais os benefícios da planta?

A garra-do-diabo tem uma forte ação anti-inflamatória, analgésica, antirreumática e espasmolítica.

Esses benefícios são garantidos graças às propriedades medicinais da planta, em especial aos ingredientes ativos nela contidos, incluindo fitoesteróis e harpagoside.

Se você não sabe, os fitoesteróis são compostos vegetais que possuem ação anti-inflamatória eficaz. 

E o harpagoside neutraliza a formação de alguns mediadores que causam inflamação, dor e inchaço.

A garra-do-diabo lhe dará alívio natural se você sofrer de dores crônicas – como dor ciática, tendinite, artrite, cervicalgia e fibromialgia -, ajudando a tratar a dor e a inflamação.

Muitas vezes, no ritmo corrido do dia a dia, temos facilidade em desenvolver esses tipos de doenças, normalmente causadas por estresse forte e imensa fadiga física.

Como usar a garra-do-diabo?

A garra-do-diabo pode ser consumida em forma de chás e cápsulas, além do uso tópico da pomada, que deve ser aplicada na área afetada várias vezes ao dia para obter um efeito rápido.

O chá da planta é a opção mais acessível.

A erva normalmente é vendida em lojas de produtos naturais.

Esta receita é, porém, contraindicada em casos de gravidez, lactação, úlcera gástrica ou do duodeno.

Ingredientes:

1 colher (sopa) da raiz de garra-do-diabo

1 litro de água

Modo de preparo:

Coloque a água e a raiz numa panela e ponha para ferver.

Desligue o fogo e deixe o chá tampado  por alguns minutos.

Beber uma xícara do chá de duas a três vezes por dia.

Viu como temos opções naturais baratas e altamente eficazes?

Mas antes suspender qualquer medicamento químico, converse com o meu médico a possibilidade de aliar o natural ao que você já toma.

DEIXE SEU COMENTÁRIO