PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Chá de erva-cidreira: 5 benefícios e a forma certa de fazer

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Fique por dentro dos principais benefícios do chá de erva-cidreira e aprenda a preparar este excelente remédio natural.

Quem não conhece o chá de erva cidreira?

Melissa Officinalis, esse é o nome científico da famosa planta.

A erva-cidreira pode ser usada em diversas composições, porém a mais famosa delas é sem dúvida o seu chá.

Também chamada de melissa, capim-limão ou apenas cidreira, esta planta milagrosa está no topo da lista de opções quando o assunto é medicina natural.

A erva cidreira é rica em compostos que têm diversos efeitos positivos no corpo humano.

A planta possui, por exemplo, propriedades calmantes, sedativas, anti-inflamatórias, antioxidantes e muitas outras.

Quem nunca ouviu de um parente de mais idade que tomar o chá de erva cidreira é bom para acalmar, não é mesmo?

5 principais benefícios da erva-cidreira

Melhora o sono

A erva-cidreira possui os chamados compostos fenólicos.

Essa família de elementos químicos é conhecida por ter propriedades calmantes e sedativas, oque pode ajudar muito na melhoria da qualidade do sono.

Estudos apontam que o consumo regular do chá de erva cidreira, com pelos menos duas xícaras ao dia, pode regular o sono.

Ajuda a combater ansiedade e estresse

Entre os compostos fenólicos existentes na erva-cidreira, está o ácido rosmarínico.

Essa substância atua no aumento da atividade dos neurotransmissores do cérebro, o que acaba provocando uma sensação de bem-estar e relaxamento do corpo.

Como consequência, diminui a agitação e a ansiedade.

Destrói fungos e bactérias

Recentemente um estudo promoveu testes laboratoriais em que algumas espécies de fungos e bactérias foram exposto à alguns dos compostos fenólicos presentes no chá de erva cidreira.

Foram usados os ácidos rosmarínico, cafeico e cumárico.

Ao final do estudo, pôde-se constatar que fungos de pele como o Candida sp eram eliminados pelos ácidos.

Bactérias como Pseudomonas aeruginosa, Salmonella sp, Escherichia coli e Shigella sonnei também não resistiram aos testes com os compostos.

Os testes eram iniciais em uma pesquisa sobre o tema e por isso foram feitos in vitro.

Testes em humanos acontecerão em breve, para que os resultados sejam consolidados.

Ajuda a tratar problemas gastrointestinais

A erva-cidreira pode atuar contra problemas como indigestão, náuseas, vômito, síndrome do intestino irritável e refluxo.

Novamente a presença do ácido rosmarínico é um fator decisivo nessa propriedade tão útil do chá.

Outras substâncias, como o citral, o geraniol e o betacariofileno, ajudam, por exemplo, na eliminação de gases que causam constipação e desconforto, além de muitos outros benefícios.

Tem ação antioxidante

A erva-cidreira possui também flavonoides, além dos já citados ácidos fenólicos.

Essas substâncias combatem os chamados radicais livres, que provocam oxidação em nosso corpo.

Com a oxidação em excesso, doenças crônicas e problemas cardiovasculares podem aparecer.

Como preparar o chá de erva-cidreira

Para a produção do chá de erva-cidreira, serão usadas apenas as folhas da planta.

A receita abaixo serve para apenas uma pessoa.

Se houver mais pessoas interessadas no consumo, deverão ser adicionados ingredientes equivalentes ao número de indivíduos.

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de folhas de erva cidreira
  • 1 xícara de água fervente

Modo de preparo:

Com a água já fervente, as folhas de erva-cidreira devem ser adicionadas ao recipiente.

Depois disso, é necessário tampar e deixar apurar por cerca de 15 minutos.

Depois de passado o tempo desejado, pode-se coar e beber o liquido.

Efeitos colaterais e contraindicações

Segundo os especialistas, o tempo seguro de consumo contínuo do chá da erva cidreira é de quatro meses para adultos e cerca de um mês para crianças.

O consumo além do recomendado pode provocar efeitos colaterais como queda de pressão, sonolência, náuseas e vômito.

Até o momento não há contraindicações comprovadas.

Mas gestantes e pessoas que estejam passando por algum tratamento médico com o uso de medicação, devem consultar seu médico antes de começar a usar o chá de erva-cidreira.

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.