Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

A castanha de caju é um antidepressivo natural: como usá-la para combater a depressão!

A castanha de caju é um dos alimentos mais saudáveis ​​do mundo.

Infelizmente, poucos conhecem os inúmeros benefícios que ela oferece.

O litoral do Nordeste brasileiro, com seu clima tropical úmido, é um grande produtor deste extraordinário alimento.

A castanha de caju é rica em vitaminas, fibra dietética solúvel, minerais e fitoquímicos que impedem muitas doenças, inclusive o câncer.

Ela é ótima fonte de vitaminas do complexo B, como B5, B6 e B11 e riboflavina.

Todas essas vitaminas são essenciais para o metabolismo de gordura, proteína e hidratos de carbono em nível celular.

Além disso, a vitamina B6 é extremamente benéfica para a nossa saúde, pois auxilia o organismo a produzir anticorpos para combater doenças e infecções.

Depois, ajuda o sistema nervoso a liberar as quantidades certas de determinados hormônios relacionados ao sono e ao bem-estar.

Ao mesmo tempo, ela participa de funções cotidianas ligados ao coração, diminuindo os níveis de homocisteina, que danifica o funcionamento das artérias e favorece o aparecimento de coágulo no sangue capazes de bloquear os vasos sanguíneos.

Apenas 100 gramas dessa castanha fornecem cerca de 30% da dose diária recomendada de B6.

Além disso, ela é rica em minerais essenciais.

Alguns dos minerais úteis encontrados na castanha de caju são potássio, manganês, cobre, selênio, magnésio, zinco e ferro.

Basta um punhado desse alimento diariamente para fornecer a quantidade necessária desses minerais extremamente importantes para o organismo.

Os ácidos graxos monoinsaturados que estão em altas quantidades na castanha de caju é extremamente bom para a saúde do coração.

Eles pertencem ao grupo dos ácidos gordos essenciais que podem aumentar o nível de colesterol bom e  diminuir o nível do colesterol prejudicial.

Além disso, a castanha de caju contém uma pequena quantidade de um antioxidante muito importante chamado zeaxantina.

Esse antioxidante fortalece a visão e protege contra a degeneração macular relacionada à idade (DMRI), comum em pessoas idosas.

Além de tudo isso, a castanha de caju é um dos melhores tratamentos naturais para depressão por ser uma excelente fonte de triptofano.

Este nutriente milagroso regula o nosso humor, melhora o sono, ajuda as crianças a crescer e se desenvolver, equilibra o nosso comportamento e reduz significativamente o nível de estresse, ansiedade e depressão.

O triptofano tem provado ser muito eficaz como antidepressivo em muitos casos.

E um bom punhado de castanha de caju contém entre 1.000 e 2.000 mg de triptofano.

Segundo o dr. Andrew Saul, no excelente documentário "Food Matters – O Alimento é Importante" (vale a pena assistir; talvez você o encontre no YouTube), dois punhados de castanha de caju são equivalentes a uma dose de Prozac.

A castanha de caju é, portanto, um excelente antidepressivo natural e deve ser consumida por todos, especialmente aqueles com problemas emocionais.

A dose diária para efeitos terapêutico varia de um a dois punhados.

Importante: existem pessoas alérgicas à castanha de caju.

Logo, infelizmente, elas não podem consumir esse maravilhoso alimento.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO