Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Cardamomo – benefícios e usos

Usado em cafés e saladas, o cardamomo (Elettaria cardamomum) produz um agradável efeito aromático. Nos alimentos, é usado em carnes, pudins, pães e biscoitos. Essencial na cozinha indiana, é usado no tempero de arroz, sopas, picles, carnes, pães, biscoitos, bolos, cremes. Ótimo no café árabe e para aromatizar licores. Especiaria aromática de sabor adocicado, refrescante e picante, o cardamomo vem de uma planta de 1,50 metro de altura originária de Malabar, no sudoeste da Índia. Ele chegou à Europa por meio das rotas de exploração do Oriente e era cultivado nos mosteiros durante a Idade Média. Suas sementes eram usadas na fabricação de uma massa doce que os monges mascavam como chiclete. Os frutos do cardamomo contêm cápsulas alongadas ou redondas que protegem cerca de 20 sementes. É uma das especiarias mais caras, depois do açafrão e da baunilha, e amplamente utilizada nas cozinhas indiana, árabe e chinesa. Os melhores frutos são os provenientes da Índia e da Guatemala.

O cardamomo é encontrado seco, em cápsulas, com as sementes soltas ou já moídas. É utilizado no preparo de arroz, omeletes, almôndegas, massas, bolos, pastelaria, cremes, licores, vinho e café. Na cozinha árabe é tradicionalmente consumido com o café e, na África, com o chá. Na Escandinávia e na Alemanha, é usado para condimentar vinhos, pudins, frutas cozidas, como pera e maçã, e alguns embutidos. Na Índia faz parte de algumas misturas de especiarias, como o curry (caril) e o garam massala.

Vidrinhos com cardamomo são encontrados em supermercados ou empórios. Prefira as cápsulas inteiras, pois as sementes perdem o aroma rapidamente. Existem diversos tipos de cardamomo: os de cápsula branca, marrom e verde. Os mais comuns são os verdes, que adquirem essa coloração por serem secados artificialmente. Os brancos são clareados e os marrons não são do verdadeiro cardamomo, mas de uma espécie muito semelhante, porém menos aromática e mais canforada.

O cardamomo integra duas tradicionais misturas de especiarias indianas: o garam massala, que combina cominho, sementes de coentro, pimenta em grão, cravo, macis, folhas de louro e canela; e o curry, que mistura grãos de coentro e de pimenta, cúrcuma, gengibre e pimenta-malagueta. Ótimo no café árabe e para aromatizar licores.

Preparando

Abra as cápsulas do cardamomo somente no momento em que for utilizá-las, pois elas perdem o aroma rapidamente. Retire as sementes cuidadosamente e, se preferir, torre-as em uma frigideira para ressaltar seu aroma. Utilize conforme as orientações da receita.

Dicas

Experimente acrescentar algumas sementes de cardamomo ao café. Você sentirá um aroma e um sabor diferentes.

Chá com algumas cápsulas de cardamomo e casca de laranja é um excelente digestivo. Utilize cerca de oito sementes para um litro de água.

As sementes perdem seu sabor rapidamente quando moídas. Mesmo quando inteiras, perdem 40% de seu óleo essencial por ano, devendo ser mantidas nas cascas para melhor conservação.

Uso medicinal

Os grãos ajudam na digestão e melhoram o hálito.

O cardamomo apresenta propriedades antisséptica, digestiva, diurética, expectorante e laxante.

Observações

Altas doses podem provocar vômito.

Qualquer uso terapêutico deve sempre ser acompanhado por um médico.


Fonte: Fleischmann (texto adaptado)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM