Camarão: benefícios para a saúde, cuidados com a alergia e na hora da compra

Imagem: Depositphotos

Além de compor vários pratos na culinária brasileira e mundial, o camarão faz muito bem para a saúde.

Atualmente, a maioria das pessoas está buscando uma alimentação mais saudável e pouco calórica, mas que supra a necessidade alimentar.

Os frutos do mar, por exemplo, são alimentos com uma ampla variedade na gastronomia.

Entre eles, estão as ostras, caranguejos, moluscos e o queridinho dos mares, o camarão.

Esse último, está entre os mais populares, saborosos e, além de compor vários pratos na culinária brasileira e mundial, faz muito bem para a saúde.

Portanto, veja a seguir alguns dos benefícios do camarão.

Combate doenças nas articulações

O camarão contém glicosamina, uma substância que ajuda a reduzir o processo de desgaste das articulações.

Por isso, auxilia na prevenção e tratamento de artrite e artrose.

No entanto, para que o alimento não perca seus benefícios, nesse caso, em específico, recomenda-se cozinhá-lo no vapor.

Previne doenças cardíacas

Devido ao ômega-3 as propriedades anti-inflamatórias, o camarão ajuda a manter a saúde cardíaca.

Segundo estudo da Universidade Rockefeller dos Estados Unidos, o camarão pode reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL).

Previne doenças neurológicas

O camarão é rico em vitaminas do complexo B, D e E, que por sua vez agem no metabolismo, prevenindo problemas neurológicos.

Além disso, é rico em ômega-3, ácido graxo que previne tumores e doenças cardiovasculares.

Melhora a saúde mental

O camarão é fonte de triptofano, um aminoácido que estimula a produção de serotonina, um importante hormônio para a saúde mental.

Com isso, ajuda a regular o humor, o bem-estar, o sono, o ritmo cardíaco e as funções cognitivas.

Portanto, o camarão é recomendado para quem sofre com quadros de depressão, tristeza e nostalgia.

Já o ômega-3 e a vitamina B12 contribuem para o fortalecimento das funções cerebrais, prevenindo doenças como Alzheimer.

Auxilia no emagrecimento

Por ser um alimento pouco calórico, o camarão é um grande aliado no processo de emagrecimento saudável.

Ele também contém zinco, mineral que melhora a circulação de leptina, hormônio que armazena a gordura e também é o responsável pela energia corporal e apetite. 

Ou seja, com a presença de leptina, sentimos menos vontade de comer e, com isso, perdemos peso.

Combate a degeneração macular 

Uma doença que acomete pessoas com idade mais avançada é a degeneração macular.

Essa condição, por sua vez, atinge uma parte da retina chamada mácula, podendo causar a perda progressiva da visão.

Porém, o camarão contém astaxantina, uma propriedade que, segundo estudo da Universidade de Queensland, na Austrália, ajuda no tratamento desse problema.

Além disso, proporciona alívio da fadiga ocular, principalmente em pessoas que ficam muito tempo na frente de computadores e celulares.

Proteção da pele

Como você pode perceber, a astaxantina é uma substância com vários benefícios, inclusive para a pele.

Portanto, o camarão, quando consumido com frequência, aliado a bons hábitos alimentares, consumo de água e o uso de protetor solar, auxilia na saúde da pele.

Por exemplo, previne o surgimento precoce de rugas e linhas de expressão, além de suavizar os danos causados pelos raios UV.

Saúde da mulher

A astaxantina também ajuda a diminuir as ondas de calor no corpo da mulher, mau humor e dores nas articulações, sintomas que surgem durante a menopausa.

Além do mais, o ômega-3 alivia os sintomas da TPM, cólicas menstruais e  melhora o fluxo sanguíneo nos órgãos reprodutivos.

Rico em proteínas

O camarão é rico em proteínas com alto valor biológico e, também possui todos os aminoácidos essenciais para o corpo.

Nesse caso, pode facilmente substituir a carne vermelha.

Alergia a camarão

Muitas pessoas adoram camarão, no entanto, precisam evitar o alimento pois são alérgicas a ele.

Esse é um problema comum, podendo provocar uma resposta imunológica no organismo que varia de leve a grave.

A alergia ocorre porque o camarão possui uma proteína chamada tropomiosina.

Quando ingerido, o organismo reage a essa substância, liberando outras substâncias químicas, como a histamina, para atacar a tropomiosina.

Com isso, o corpo experimenta vários sintomas, como, por exemplo:

  • Inchaço no rosto, lábios e olhos;
  • Coceira;
  • Placas vermelhas na pele;
  • Dificuldade de respiração;
  • Náuseas e vômito;
  • Dores abdominais;
  • Diarreia.

Geralmente, pessoas alérgicas ao camarão também possuem alergia a outros frutos do mar, por isso, precisa evitá-los.

Portanto, quando consumir camarão ou outros frutos do mar e sentir alguma reação, procure imediatamente um médico.

Contaminação

Outro cuidado em relação ao consumo de camarão é quanto à contaminação. 

Isso porque, o alimento pode estar contaminado com substâncias químicas e/ou até mesmo naturais.

Por isso, é fundamental comprar o camarão de fontes confiáveis e com procedência.

Além disso, recomenda-se comprá-lo fresco, para diminuir o risco de contaminação.

Como escolher o camarão

Na hora de comprar o camarão fresco fique atento aos seguintes fatores:

  • A cabeça  e a cauda devem estar presas ao corpo (caso estejam soltas, é um sinal de que o camarão está velho);
  • A casca deve estar firme e brilhante, sem manchas escuras ou amareladas;
  • O cheiro deve ser suave;
  • Em relação a cor, de acordo com a espécie do camarão, ele deve estar rosado ou cinza.

Como limpar o camarão

  • Lave bem os camarões para remover as impurezas externas;
  • Retire a cabeça e o rabo com auxílio de uma faca;
  • Caso queira prepará-lo sem a casca, encaixe um dos dentes de um garfo na casca e puxe-a para trás;
  • Para retirar o intestino do camarão (aquela linha escura do dorso), faça um corte e puxe com um palito de dente ou a ponta do garfo;
  • Lave os camarões novamente em água corrente.

 Como armazenar o camarão

  • Conserve o camarão fresco na geladeira por no máximo dois dias;
  • Congelado, pode permanecer até 30 dias;
  • Quando for prepará-lo, caso esteja congelado, retire do freezer e deixe descongelar lentamente na geladeira.