PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Benefícios da lentilha: 10 motivos para incluir essa leguminosa em sua dieta

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Consumir lentilha regularmente ajuda a deixar o organismo mais saudável e previne alguns problemas de saúde.

Certamente você já ouviu dizer que comer lentilha na virada de ano trará sorte e riqueza.

Porém, esse alimento vai além dessa superstição e possui excelentes propriedades nutricionais.

Logo, pode ser incluído nas refeições durante o ano inteiro.

A lentilha é uma leguminosa assim como o feijão, a soja, o grão-de-bico e a fava.

É uma excelente fonte de proteína vegetal, pois é repleta de nutrientes como carboidratos, fibras, vitaminas e minerais.

Sua origem se deu na Ásia Central e foi trazida para o Brasil pelos imigrantes europeus.

Embora seja cultivada principalmente na região Sul, a lentilha é consumida no Brasil inteiro.

Além de ser fácil de preparar, tem baixo custo e poucas calorias.

Além disso, quando consumida com outros legumes e cereais, proporciona uma porção completa de proteínas. 

Por isso, devido a todos esses nutrientes, consumir lentilha regularmente ajuda a deixar o organismo mais saudável e previne alguns problemas de saúde. 

Veja, a seguir, os seus principais benefícios.

Melhora a saúde cardiovascular 

A lentilha contém potássio e magnésio, dois minerais que ajudam a reduzir a arritmia cardíaca e a pressão arterial.

Também possui fibras que auxiliam no controle dos níveis de colesterol e diminui a absorção de gorduras.

Por isso, o consumo regular de lentilha contribui para a prevenção e combate de doenças cardiovasculares

Faz bem para os ossos 

A lentilha possui isoflavonas, substâncias que aumentam a retenção de cálcio nos ossos. 

Além disso, é rica em fósforo e outros nutrientes essenciais para a fortalecer os ossos.

Também pode ser um alimento aliado da saúde feminina na menopausa, auxiliando na prevenção e tratamento de osteoporose.

Ajuda a combater a anemia 

A lentilha possui alta concentração de ácido fólico e ferro, dois nutrientes essenciais na prevenção e tratamento da anemia

Isso porque, a doença é causada pela deficiência de ferro no organismo, o que diminui as hemácias e hemoglobinas no sangue.

O ácido fólico age na síntese das células vermelhas, enquanto o ferro é essencial na composição da hemoglobina.

A dica para aumentar a absorção de ferro pelo organismo é consumir a lentilha junto com algum alimento rico em vitamina C.

Controla os níveis de açúcar no sangue 

Devido à presença de fibras solúveis na lentilha, ela ajuda a reter a glicose dos carboidratos.

Com isso, retarda a digestão e estabiliza os níveis de açúcar no sangue.

Portanto, a lentilha é recomendada para pessoas com diabetes.

Fortalece o sistema imunológico 

A lentilha possui antioxidantes, vitaminas do complexo B, zinco e demais proteínas que fortalecem os sistemas de defesa do organismo.

Como benefício, o consumo regular ajuda a prevenir doenças causadas por fungos e bactérias.

Previne a prisão de ventre 

A lentilha possui amido resistente, uma substância que não é digerida pelo nosso intestino e alimenta as bactérias boas presentes nele.

Desse modo,inibe a proliferação de microrganismos que causam doenças intestinais. 

Além disso, a lentilha contém fibras solúveis e insolúveis, o que ajuda a formação do bolo fecal, evitando a prisão de ventre.

Porém, é necessário lembrar que, para evitar a prisão de ventre, é de extrema importância consumir bastante água durante o dia.

Por fim, as fibras deixam o intestino mais saudável e menos suscetível a toxinas.

Ajuda a emagrecer

Por ser fonte de fibras, a lentilha torna-se uma aliada para quem deseja ter um emagrecimento saudável.

Isso porque as fibras facilitam o processo digestivo e a absorção de nutrientes.

Ao mesmo tempo, diminuem a absorção de gorduras e ajudam na eliminação de toxinas.

As fibras também causam sensação de saciedade, o que ajuda a reduzir o apetite, fazendo-nos consumir menos calorias durante o dia.

Indicada para gestantes 

Devido ao baixo teor calórico, a grande quantidade de fibras, ácido fólico e por ser fonte de proteína vegetal, a lentilha faz bem para as gestantes.

O ácido fólico, por exemplo, é fundamental para a formação do sistema nervoso do bebê.

Com isso, ajuda a prevenir problemas como a anencefalia, deformidades na medula e também a evitar partos prematuros.

Ademais, a lentilha contém vitamina K, cálcio, fósforo, potássio, magnésio, fibras e proteínas.

Todos esses nutrientes são essenciais na gestação.

Melhora o humor 

Tanto as vitaminas quanto o ácido fólico, manganês, ferro e fósforo presentes na lentilha são essenciais para o sistema nervoso.

Esses nutrientes ajudam a estabilizar o humor e, junto com o magnésio e triptofano, produzem serotonina, hormônio que causa bem-estar.

Cuida do cabelo, pele e unhas

A lentilha contém um aminoácido chamado L-lisina, que ajuda na produção de queratina, proteína estrutural dos cabelos, pele e unhas.

Além disso, a lentilha contém vitaminas B e B7, também conhecida como biotina. 

A biotina está fortemente ligada ao combate dos efeitos do envelhecimento precoce.

Portanto, o consumo frequente da leguminosa pode ajudar a manter uma pele saudável.

Modo de consumo:

Lave bem as sementes de lentilha e coloque-as em um escorredor para tirar o excesso de água.

Em seguida despeje em uma panela, adicione o dobro de água e deixe cozinhar por 20 a 30 minutos após levantar fervura.

Após o cozimento, tempere a seu gosto como se tempera o feijão.

Importante:

Pessoas que sofrem da síndrome do intestino irritável (SII), quem tem gota, doenças renais ou hepáticas devem evitar o consumo de lentilha.

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.