- PUBLICIDADE -

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Benefícios da geleia real: uma importante aliada da saúde

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Rica fonte de vitaminas e minerais, a geleia real é um dos segredos para a imunidade.

A geleia real é uma substância que as abelhas operárias produzem para alimentar a abelha rainha até o fim da sua vida, que dura entre 5 e 8 anos.

Ela tem a cor branca levemente amarelada, consistência pastosa e sabor ácido.

A geleia real deve ser conservada em temperaturas abaixo de 10º C, na geladeira ou congelador, por no máximo um ano e meio (18 meses).

Seus benefícios destacam-se por ser uma rica fonte de nutrição, composta por vitaminas e minerais que auxiliam no tratamento e prevenção contra diversas patologias.

Benefícios da geleia real

A geleia real é considerada um superalimento, pois concentra água, açúcar, proteína, gorduras boas e uma variedade de nutrientes.

Ela é rica em aminoácidos, lipídios, vitamina A, vitaminas do complexo B, C, E e minerais como  cálcio, cobre, cromo, ferro, magnésio, potássio e zinco.  

Segundo estudo realizado na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba, a geleia real tem a seguinte composição:

  • Água – 60% a 70%
  • Carboidratos – 11% a 23%
  • Proteínas 9% a 18%
  • Lipídios 4% a 8%
  • Vitaminas, sais minerais e outras substâncias 0,8% a 3%

Geralmente a geleia real pode ser encontrada em sua forma fresca em lojas de produtos naturais.

Aqui estão os principais benefícios dela:

Melhora o humor

Devido às suas ricas propriedades, principalmente ao seu teor de vitaminas do complexo B, a geleia real ajuda a melhorar o humor.

Ela pode ser usada no tratamento da ansiedade, estresse crônico e depressão.

Melhora a memória

A geleia real possui nutrientes que beneficiam as funções relacionadas com a memória.

Desse modo, pacientes portadores de Alzheimer podem ser beneficiados pela geleia real.

Ela ajuda a reduzir os problemas de aprendizagem e de memória nessas pessoas.

Isso é possível porque o alimento possui antioxidantes que agem diretamente no tecido cerebral, combatendo os radicais livres.

Combate o cansaço

A geleia real é uma excelente fonte de energia, auxiliando no combate da fadiga (sensação de cansaço).

Ela também possui forte ação estimulante, sendo uma boa opção de pré-treino, ajudando na melhora da performance durante os exercícios físicos.

Fortalece a imunidade

A geleia real fortalece de maneira direta o sistema imunológico.

Isso se dá devido à grande quantidade de vitaminas e antioxidantes que ajudam a proteger o organismo, prevenindo várias doenças.

Melhora a saúde intestinal

A geleia real é fonte de probióticos, principalmente bifidobactérias, que são bactérias benéficas para a saúde do trato gastrointestinal.

Ela contribui para o aumento, crescimento, atividade e viabilidade de bifidobactérias, também presentes em produtos lácteos fermentados.

Ajuda no tratamento da osteoporose

A saúde óssea pode ser beneficiada pela geleia real, aumentando os níveis de cálcio e fosfato no organismo.

Desse modo, a geleia ajuda a diminuir a perda óssea resultante da osteoporose.

Acelera a cicatrização de feridas

Assim como o mel tradicional auxilia na cicatrização de feridas, a geleia real também possui essa ação.

Isso é possível devido ao aumento de fibroblastos, que são células do tecido conjuntivo que produzem fibras de colágeno.

Eles alteram os níveis de alguns lipídios envolvidos no processo de cicatrização.

Diminuição da pressão arterial elevada

Um estudo em ratos hipertensos publicado pela revista científica Acta Medica Okayama, do Japão, indicou que a geleia real reduziu a pressão elevada dos animais.

As proteínas da geleia possuem efeito direto sobre os níveis de pressão arterial em humanos.

Além disso, o potássio ajuda a geleia a atuar como um vasodilatador, reduzindo o estresse nos vasos sanguíneos e no coração.

Diabetes

De acordo com o estudo da UFCG – PB, os benefícios da geleia real também são recomendados para pacientes diabéticos.

Ela possui um conteúdo peptídeo, semelhante à insulina, que ajuda diminuir os níveis de glicose e lipoproteína no sangue.

Melhora saúde cardiovascular

 A geleia real ajuda a melhorar o funcionamento do coração, pois atua como um tônico cardíaco, energizante, vasodilatador e hipotensivo.

Ela ajuda na regeneração das células do coração, limpando o sangue e abaixando a pressão arterial.

Ela também reduz os níveis colesterol e triglicerídeos, impedindo depósitos de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos.

Previne doenças hepatobiliares

 A geleia real possui efeito purificador, que melhora a função desintoxicante do fígado.

Além disso, tem ação nutricional, antiviral e de regeneração do fígado e vesícula..

Ela é um alimento energizante, bioestimulante e vitaminado, que atua nas células hepáticas e pancreáticas.

Desse modo, é muito útil para tratar hepatite aguda, crônica e cirrose hepática.

Para o cabelo e pele

Pelo fato de conter substâncias com ação antioxidante, a geleia real previne o envelhecimento das células e o envelhecimento precoce.

Dessa forma, retarda o surgimento de rugas, flacidez e espinhas, proporcionando brilho para a pele.

Além disso, por ser rica em proteínas, contribui para a produção de colágeno e queratina, fortalecendo os fios de cabelo e a pele.

Ajuda a emagrecer

A geleia real possui baixo valor calórico e é rica em nutrientes e antioxidantes que ajudam na redução do processo inflamatório.

Além do mais, tem vitaminas e minerais essenciais para os processos fisiológicos.

Dessa maneira, pode ser usada para a perda de peso saudável.

Contraindicações

 Apesar de ter muitos benefícios, a geleia real não deve ser consumida por pessoas alérgicas a ela.

Além disso, quem tem alergia ao pólen e ao mel também deve evitá-la.

Caso apresente alergia na pele, reações gastrointestinais, como diarreia e constipação suspenda o uso imediatamente.

Para idosos, caso venham sofrer uma picada de abelha, o consumo da geleia não é recomendado.

Crianças menores de um ano devem consumir a geleia somente sob orientação e indicação e um pediatra.

Em caso de dúvidas, o acompanhamento médico pode ajuda a esclarecê-las.

Mais Lidas