Banho de assento com tomilho e alecrim: remédio caseiro para tratar candidíase

Imagem: Depositphotos

Esse banho é rico em substâncias antifúngicas que impedem a proliferação de fungos e bactérias.

Quase toda mulher já teve ou vai ter sintomas de candidíase em algum momento da vida.

 É uma doença causada por um fungo e que atinge, principalmente, os órgãos genitais.

No entanto, homens também podem vir a sofrer com esse problemas em sua região íntima.

Entre os sintomas mais comuns estão:

  • Coceira na vulva e na vagina;
  • Ardência e inchaço na região íntima;
  • Dor ou ardência ao urinar;
  • Dor durante a relação sexual;
  • Corrimento esbranquiçado, mas sem odor.

Teste caseiro para saber se você está com candidíase

Tratamento

O tratamento médico para a candidíase consiste em antibióticos e pomadas antifúngicas prescritos pelo profissional.

Porém, algumas soluções caseiras também ajudam a aliviar os sintomas e acelerar o tratamento, como, por exemplo, banho de assento com tomilho e alecrim.

O tomilho contém timol e limoneno, duas substâncias presentes no óleo essencial do tomilho que possuem forte ação antifúngica.

Um estudo da Universidade Estadual Paulista (UNESP) constatou o efeito antimicrobiano do tomilho sobre o Candida albicans, fungo causador da candidíase.

O alecrim, além de ter propriedades antifúngicas e antimicrobianas, ajuda a sensibilizar a estrutura da membrana celular dos fungos.

Com isso, há um aumento da permeabilidade e, também, perda de elementos das células fúngicas.

Assim, esses microrganismos não conseguem sobreviver, o que evita a sua proliferação.

Banho de assento de tomilho e alecrim

Esse banho é rico em timol, carvacrol e cânfora, substâncias antifúngicas e antibacterianas que ajudam a impedir a proliferação de fungos e bactérias.

Além disso,  também reduz e alivia o desconforto e a inflamação na região íntima.

Ingredientes:

  • 600 ml de água
  • 1 colher (sopa) de tomilho seco
  • 1 colher (sopa) de alecrim seco

Preparo:

Ferva a água, desligue, acrescente o tomilho, o alecrim, tampe e deixe abafando em infusão por 20 minutos.

Passado esse tempo, coe, coloque o chá em uma bacia ou banheira e complete com água morna.

Após a higiene íntima, sente dentro do recipiente e permaneça por 30 minutos.

Faça esse tratamento duas vezes ao dia até melhorar os sintomas.

Importante: este banho não é indicado para pessoas com dermatite, dermatose e gestantes.

  • Dermatite: é uma inflamação na pele que atinge várias partes do corpo.
  • Dermatose: trata-se de um conjunto de doenças de pele que causam alergias, bolhas, coceira e descamação.

São elas:

  • Acne;
  • Eczema;
  • Epidermólise bolhosa;
  • Psoríase;
  • Urticária.

Prevenção:

  • Evite o estresse;
  • Durma bem;
  • Evite o uso de roupas apertadas na região íntima;
  • Opte por calcinhas ou cuecas de algodão;
  • Faça uma higienização genital adequada;
  • Não fique com maiô, biquíni ou sunga molhados por muito tempo;
  • Evite o consumo excessivo de doces e carboidratos.

Veja também: