Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

As 5 diferenças fundamentais entre tristeza e depressão

O que você tem é tristeza ou depressão? Saiba como diferenciá-las reconhecendo as suas diferenças.

É muito comum que as pessoas confundam tristeza com depressão. 

Mas é muito importante saber a diferença entre elas.

A tristeza é um sentimento temporário, que pode passar depois de algumas horas.

Você pode se sentir triste depois de um fato específico ou de uma experiência negativa.

Mas isso logo passa.

Já a depressão pode afetar negativamente todos os setores da sua vida, muitas vezes sem motivo aparente.

E o pior: ela pode demorar muito tempo para ir embora, causando sofrimento geral.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão será até 2020, o maior motivo de afastamento do trabalho no mundo.

No Brasil, cerca de 5,8% da população tem a doença, o que faz do país o campeão de casos na América Latina.

Veja quais as principais diferenças entre tristeza e depressão.  

Tristeza é um sentimento; depressão é doença

A tristeza é uma emoção básica e todos nós, seres humanos, já a experimentamos em algum momento das nossas vidas.

A tristeza muitas vezes pode ser bastante útil para ajudar você a lidar com situações difíceis da vida, como rejeição, rompimento de uma relação ou decepção.

Já a depressão é uma doença.

Ela pode se manifestar como uma mistura de sintomas e persiste por pelo menos duas semanas.

Os principais sintomas da depressão são: perda de interesse por algo que costumava fazer ou gostar, alterações no sono, apetite, nível de energia, concentração, comportamento diário ou autoestima.

A depressão também pode ser associada a pensamentos suicidas.

A tristeza é passageira; a depressão pode durar muito tempo 

As emoções são rápidas, podem passar rápido e voltar em diferentes momentos.

Assim, mesmo durante um período triste, você consegue se sentir bem em algum momento do seu dia.

Você pode rir, curtir sua música favorita ou a presença de um amigo e a tristeza acaba indo embora com o tempo. 

Mas a depressão dura mais tempo: ela persiste a maior parte do dia por pelo menos duas semanas.

Todos os sintomas da doença parecem constantes e não passam em nenhum momento do seu dia. 

A sensação de um depressivo é que as coisas ruins que ele sente nunca irão embora. 

Tristeza é uma reação a algo específico; depressão é um estado geral constante

A tristeza geralmente é uma reação a algo ruim.

A tristeza é causada por essa experiência específica e é uma emoção normal e saudável, apesar de desagradável.

A depressão, ao contrário, pode acontecer sem nenhum motivo aparente.

Os sintomas não aparecem apenas quando se pensa em algo ruim ou triste.

Eles estão presentes em quase todas as situações.

Sua concentração pode ser menor.

Você passa a ter uma visão negativa do futuro, possivelmente se sente injustificadamente culpado ou se sente desemparado. 

Pessoas com depressão se afastam, se isolam, podem experimentar sentimentos de culpa ou um queda forte da autoestima.

Tristeza muda temporariamente o seu humor; depressão muda sua vida

Quando você se sente triste, durante um dia ou uma semana, por exemplo,  seu humor muda.

Mas você ainda pode continuar seu dia normalmente. 

Já quando você tem um diagnóstico de depressão, sua vida diária se torna insuportável. 

Você pode sentir mais dificuldade para dormir,  perde o desejo sexual e a autoestima.

O interesse e a alegria em suas atividades favoritas também acabam, e a sua energia pode ir totalmente embora. 

Tristeza é relativa; depressão é doença comprovada.

Você consegue dizer quando e por que está triste.

A tristeza é algo que você experimenta de forma subjetiva e independente. 

A depressão, por outro lado, precisa de critérios e de um diagnóstico oficial. 

Acompanhe suas emoções, capacidade de cognição e experiências físicas.

Isso pode ajudar no diagnóstico, assim como sua alteração de humor. 

Se sentir que está doente, procure um médico especialista.

Enquanto isso, veja 7 formas de tratar a depressão naturalmente.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM