Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Arroz preto ajuda no combate do câncer e de outras doenças

Produzido há mais de 4 mil anos na China, o arroz preto tem sido bem difundido na Europa, Estados Unidos e, recentemente, no Brasil. Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), os brasileiros consomem em média 74 a 76 quilos de arroz por ano. Em relação ao arroz integral, o arroz preto apresenta 20% a mais de proteína e 30% a mais de fibra, além de menor taxa de gorduras e calorias. 
Este valioso grão é extremamente rico em hidratos de carbono, óleos, proteínas, compostos fenólicos, fibras, cobalto, vitaminas, niacina, ácido nicotínico, ácido pantotênico, pró-vitaminas C e E, que lhe garantem propriedades especiais para a saúde.
Se, por um lado, o arroz branco é um dos grãos de maior consumo no Ocidente, é o preto, usado principalmente na Ásia, que traz mais benefícios à saúde, como:
• mais disposição e potência ao organismo;
• controle do colesterol;
• prevenção de doenças cardiovasculares;
• combate ao diabetes, pois ajuda a controlar o nível de glicemia;
• regeneração e oxidação dos tecidos;
• melhor produção de hormônios;
• calorias reduzidas;
• harmonização do funcionamento dos órgãos internos;
• melhora do fluxo sanguíneo;
• participação na manutenção e integridade de veias e artérias;
• prevenção do envelhecimento precoce;
• controle da pressão arterial.
Além disso, pesquisas indicam que o arroz preto pode ser um forte aliado no combate ao câncer. Juntamente com o arroz integral e o parboilizado, o preto contém metionina, substância que colabora para o bom funcionamento da memória.
É rico também em antocianina, pigmento antioxidante que lhe confere a cor escura e protege as artérias, impedindo danos ao DNA. Possui ainda alta concentração de ferro, composto responsável pelo transporte e armazenamento do oxigênio no organismo. Não à toa, o arroz preto vem sendo considerado pela comunidade científica um poderoso alimento funcional.
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO