Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Antiga receita indiana: limão fermentado. Saboroso e fácil de preparar!

Que tal adicionar limão fermentado em seus alimentos?

Esse pode ser o toque especial que estava faltando na sua salada ou até mesmo na carne.

Acredita-se que a receita seja de origem indiana ou do norte da África.

Mas o que nos interessa mesmo é que, além de ser muito saborosa, ela também oferece ótimos benefícios à saúde.

O limão é uma fruta de extraordinário poder medicinal.

Dele se aproveita tudo.

Mas a maioria desperdiça a casca, que também é riquíssima.

Esta receita vai lhe possibilitar consumir a casca do limão de uma forma bem saborosa.

Veja como se faz:

INGREDIENTES

4 ou 6 limões (de preferência, orgânicos; e pode ser de qualquer variedade)

1 colher (sopa) de sal marinho (para cada limão)

1 frasco com tampa

MODO DE PREPARO

Corte um limão em forma de "X".

Faça um corte profundo), como mostra a imagem.

Feito isso, coloque nesse "X" um pouco menos do que uma colher cheia de sal.

Se for necessário, empurre um pouco o sal para dentro do limão com a ajuda da colher.

Forre o fundo do frasco vazio com mais sal e depois acrescente o limão que foi previamente enxertado com sal.

Em seguida, repita o procedimento para cada limão que é colocado no frasco de vidro.
 
Terminado o procedimento, deixe os limões por 2 ou 3 dias dentro do frasco tampado.

No entanto, você deve sempre pressioná-los diariamente bem para que fiquem bem juntinhos.

Após o tempo sugerido, lave os limões, retire a polpa, as sementes e aproveite a casca.

Ela deve ser cortada em pequenos pedaços.

O processo de fermentação conferiu à casca um sabor bem agradável.

Use-a em quantos pratos desejar, pois a casca do limão fermentado, além de preservar todos os nutrientes, é de mais fácil consumo do que a casca de um limão comum.

Se você for hipertenso, faça a receita usando sal do Himalaia

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO