Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

A ameaça do fast food: pesquisa prova que alimentos como pizza, hambúrguer e cachorro-quente reduzem a inteligência

Obesidade e doenças como diabetes e hipertensão não são as únicas consequências do consumo de fast food.

Crianças que são grandes consumidoras de comidas como pizza e hambúrguer serão adultos com QI mais baixo do que crianças que consomem regularmente refeições caseiras recém-preparadas, a chamada "comida de panela".

Essa foi a conclusão de um estudo feito na Universidade de Londres sobre as consequências de uma alimentação à base de fast-food.

O estudo foi feito com 4.000 crianças escocesas da faixa etária de 3 a 5 anos.

Essas crianças tinham um hábito nada saudável: o consumo frequente de "pseudoalimentos", como batata-frita, cachorro-quente, hambúrguer.

Em comparação a crianças que tinham uma alimentação melhor, as que consumiam regularmente fast-food demonstraram ser menos inteligentes.

A dra. Sophie von Stumm, que participou da pesquisa, disse que a pesquisa apenas ratificou o que já era conhecido.

"É senso comum de que o tipo de alimento que comemos vai afetar o desenvolvimento do cérebro, mas pesquisas anteriores focaram apenas os efeitos de grupos alimentares específicos sobre o QI das crianças em vez de tipos de refeições", declarou a pesquisadora.

Os pesquisadores acreditam que essa pesquisa vai orientar a sociedade britânica para que se diminua o hábito de refeições fast food.

As crianças que são grandes consumidoras de fast food, mostrou a pesquisa, têm um fraco desempenho escolar.

Estudos semelhantes chegaram à mesma conclusão.

Uma investigação feita por cientistas australianos da Universidade de Adelaide constatou que o hábito de comer saudável pode dar um impulso à inteligência.

Essa investigação também provou que crianças consumidoras de doces e fast food ficavam cada vez menos inteligentes à medida que envelheciam.

E outro estudo realizado nos Estados Unidos, publicado no Journal of Epidemiology & Community Health, mostrou que as crianças que consomem biscoitos, pizza, batata frita antes dos 3 anos tinham uma pontuação de QI inferior às crianças que consomiam refeições caseiras com frutas e legumes.

Toddos esses estudos são importantes para os pais, que precisam ficar atentos ao que seus filhos comem.

E as escolas também devem fazer a sua parte e oferecer uma merenda mais saudável, pois isso ajudará a melhorar o desempenho dos alunos, como bem provaram as pesquisas aqui citadas.

Infelizmente, o que vemos em muitas cantinas/lanchonetes escolares é a oferta indiscriminada de alimentos totalmente desprovidos de nutrientes.

Fonte: Daily Mail

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico. 

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

VEJA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

PUBLICIDADE