Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Alimentos e plantas que combatem viroses

O médico fitoterapeuta Celerino Carriconde, do Centro Nordestino de Medicina Popular (Recife, Pernambuco), defende o uso diário de cebola ou alho cru como antivirais e suco de limão para reforçar as defesas.

Celerino diz que a medida ideal são dois dentes de alho por dia para quem tem pressão arterial normal.

Quem tem pressão baixa deve consumir um a dois dentes no máximo e adicionar um pouco mais de sal na água.

Quem tem pressão alta deve subir o consumo para três ou quatro dentes de alho.

Uma forma menos desagradável de ingerir o produto é picar os dentes em pedaços pequenos e misturá-los ao almoço.


O alho pode ser substituído pela cebola.

O fitoterapeuta também recomenda suco de limão diário. 

Outra forma de prevenção é mastigar pedaços de gengibre. “O gengibre é anti-inflamatório. O ideal é consumir a raiz, que pode ser deixada de molho num copo d’água.”

Quando a gripe ou o resfriado já tem se instalado, a receita é adicionar dois dentes de alho picados a 500 mL de água.

Abacaxi e mamão verde ajudam a fluidificar a secreção espessa e a casca de romã tem ação antibiótica em casos de inflamações como amidalite e faringite.

Água com sal, fórmula do soro, pode ser usada em inalação para limpar as vias respiratórias.

Ingerir água como prevenção e no tratamento da infecção de nariz e garganta é essencial, ensina o médico, pois mantém nariz e todo o aparelho respiratório hidratado, evitando o ressecamento, que leva à destruição das defesas e facilita a ação de vírus e bactérias.
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO