Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Alerta! Esta é a quantidade de açúcar que leva cada produto!

A Organização Mundial da Saúde recomenda que consumamos, no máximo, 50 gramas de açúcar por dia.

Isso equivale a cerca de dez colheres (chá).

E se a gente disser que é possível que você esteja consumindo muito mais do que isso?

Acontece que os amantes de refrigerante e de outras bebidas energéticas industrializadas são absurdamente intoxicados com uma alta quantidade de açúcar.

Para você ter noção, a cada 500 ml do refrigerante de maior sucesso no mundo, a Coca-Cola, são acrescentadas 12 colheres (chá) de açúcar.

Isso significa que mesmo você não consumindo nenhum tipo de açúcar durante o dia todo – o que é muito difícil para a maioria das pessoas –, ainda estaria ultrapassando o limite de segurança.

Agora imagina quem bebe uma garrafa inteira de 1 litro?!

Um estudo realizado na Fundação Interamericana do Coração da Argentina, com mais de 140 bebidas adoçadas, mostrou os perigos que esses subalimentos oferecem.

O médico espanhol Javier Martín, do hospital Severo Ochoa, em Madrid, publicou um estudo que relaciona diretamente os refrigerantes a mais de 25.000 mortes anuais somente na Espanha.

Ele defende medidas duras: “Temos que conseguir fazer com que as bebidas açucaradas sejam menos atrativas para os consumidores. Colocar advertências de saúde não é suficiente. Temos que melhorar a educação em outros níveis, por exemplo, tirando as máquinas dessas bebidas das escolas”.

Apesar de todos esses fatos, a maioria das pessoas continua adorando os refrigerantes e energéticos.

E o pior: estimulam os filhos a manter esse nefasto hábito.

As bebida gasosas hiperaçucaradas (leia-se refrigerantes) são as piores e há quem as beba todos os dias, aumentando o risco de diabetes e doenças cardiovasculares.

Além disso, essas bebidas causam uma sensação de saciedade, mas isso é muito prejudicial, porque não há nada de nutritivo nelas.

É o excesso de açúcar que favorece a obesidade causada pela bebida.

Mas o problema não é só o ganho de peso: diabetes, hipertensão, problemas digestivos, insônia, enfraquecimento dos ossos, câncer, infarto, derrames cerebrais e muito mais.

Os energéticos não ficam atrás em termos de prejuízos à saúde: eles podem conter até 20 colheres (chá) de açúcar.

Reflita sobre isso e valorize a sua vida e a da sua família.

Substitua os refrigerantes e os energéticos industrializados por sucos naturais da fruta e bastante água.

Água de coco também é uma boa pedida.

Cuidado também com os sucos de caixa: a organização britânica Action on Sugar analisou mais de 200 marcas da bebida e constatou que, em boa parte delas, um copo de suco de caixinha contém mais açúcar do que um copo de refrigerante.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO