Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Acupuntura e saúde

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
A acupuntura é uma técnica chinesa de inserção de agulhas nos tecidos subjacentes da pele em diferentes profundidades e em pontos estratégicos do corpo para produzir o efeito terapêutico esperado.



Existem cerca de mil pontos de acupuntura. Desses, 365 estão classificados em quatorze grupos principais. Todos os pontos que pertencem a um dos grupos são ligados por uma linha imaginária na superfície do corpo, chamada meridiano.

Os doze meridianos principais controlam o pulmão, o estômago, o intestino grosso, o intestino delgado, o baço, o coração, a bexiga, o rim, o triplo-aquecedor, o pericárdio, o fígado e a vesícula. Existem também dois meridianos localizados no centro do corpo: um passa pela frente e outro pelas costas.

A acupuntura aumenta a taxa de secreção de neurotransmissores e neuro-hormônios, ativa o hipotálamo e a glândula pituitária, melhora o fluxo sanguíneo e estimula a função imunológica.

Como estimula os órgãos que estão com deficiência, a acupuntura pode ser uma aliada na cura de diversos males, como candidíase, glaucoma e prisão de ventre, além de tratar amidalite aguda, zumbido, dor no peito, palpitações, sinusite, rinite, resfriado, faringite, enfisema, bronquite crônica, asma brônquica, cólicas menstruais, alterações menstruais, ansiedade, depressão, insônia, mal-estar provocado pela quimioterapia, dores associadas a câncer, tendinite, fibromialgia, dores pós-cirúrgicas, dermatite, gastrite, úlcera gástrica, úlcera duodenal, colite, diarréia, constipação, cefaléia, enxaqueca, paralisia facial, seqüelas de acidente vascular cerebral, lombalgia, artrite, artrose, entre tantas outras.

DEIXE SEU COMENTÁRIO