PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

8 dicas para cuidar da saúde mental em 2021

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Cuidar da saúde mental nunca foi tão importante. Essas 8 dicas vão ajudar você a começar 2021 com saúde mental e ter um ano mais equilibrado.

Com o cenário trazido pela pandemia da covid-19 em 2020, aumentaram os quadros de desconfortos e problemas com a saúde mental.

Isolamento social, incertezas, luto, desemprego, problemas financeiros e de saúde fizeram parte da vida de muita gente ao redor do mundo.

E, obviamente, a saúde mental fica muito afetada.

Prova disso foram os inúmeros estudos que avaliaram a saúde emocional e mental das pessoas durante a pandemia.

Por exemplo, a Pebmed chamou de “coronofobia” os transtornos que aumentaram na população durante a crise da covid-19.

Todo o cenário de 2020 deve permanecer em 2021, ao menos nos primeiros meses.

Mas podemos passar um ano melhor emocionalmente.

Com dicas e orientações simples, porém eficazes, é possível entrar em 2021 cuidando da saúde mental e melhorando tudo à nossa volta.

Saúde mental: 8 dicas para 2021

Faça um balanço emocional

Uma das dicas para começar 2021 cuidamdo da saúde mental é fazer um verdadeiro balanço do que foi em 2020.

Por exemplo, os medos, as ansiedades e as dúvidas vivenciadas e experimentadas.

E, depois, decidir o que pode ser resolvido em 2021 e o que ainda tem a solucionar.

Ou seja, determinar estratégias para melhorar todas essas questões.

Não de uma hora para outra, mas aos poucos.

Além disso, usando as dicas que veremos mais adiante.

Elas são de grande ajuda para “arrumar a casa” emocionalmente.

Planeje uma rotina para 2021

Com a pandemia, a maioria das pessoas acabou mudando a rotina, seja por ter de fazer home office, seja por não poder fazer mais o que estava acostumada a fazer.

Assim, todos nós acabamos adotando poucas atividades rotineiras em 2020.

Se por um lado rotina demais entedia e desestimula a nossa vida, viver sempre em estado do “deixa acontecer” pode atrapalhar totalmente nossos planejamentos.

Assim, é bom determinar uma nova rotina para 2020, mesmo que ainda estejamos “presos” pela pandemia.

Por exemplo, planeje dias para sair às compras – já que o distanciamento social ainda é importante e recomendado.

Além disso, dias para limpar a casa, para fazer videochamadas com amigos, para estudar…

Ter o mínimo de rotina organiza as nossas ideias e, assim, faz bem para a saúde mental.

Dormir e acordar nos mesmos horários é mais um ponto importante, pois muita gente se desregulou em 2020.

Cuide mais do bem-estar

Ao cuidar do seu bem-estar, você estará cuidando da saúde mental diretamente.

Em 2021, procure dedicar um tempo para relaxar.

Ioga, meditação, uma boa leitura, atividade de artesanato, decorar a casa, são exemplos de passatempos e atividades que nos conectam conosco e trazem muito bem-estar e prazer.

Reserve um momento, pelo menos uma vezes na semana, para atividades que proporcionam bem-estar e prazer.

Trabalhe, mas com limites

Muita gente teve problemas emocionais e até mentais pela rotina desmedida imposta pela pandemia.

O home office, por exemplo, foi um dos motivos.

Profissionais não determinaram horários adequados para se dedicar ao trabalho.

Assim, não foram raras as pessoas que até passaram madrugadas trabalhando em casa.

E isso, é claro, impacta diretamente na saúde mental e até na saúde física.

Para o próximo ano, continue se dedicando ao seu trabalho, mas estabeleça:

  • Horários para começar e finalizar as tarefas profissionais
  • Pausas para as refeições

Se não precisar trabalhar nos finais de semana, nem ligue o computador!

Dedique-se ao autoconhecimento

Parece que é dica repetitiva, mas, ao se conhecer melhor, você estará também cuidando da sua saúde mental.

É impossível tomarmos atitudes que evitem problemas emocionais ou mentais, se não nos conhecemos, se não sabemos quais são nosso limites e pontos a serem trabalhados.

Se precisar, não tenha receio de recorrer a profissionais.

Atualmente, há especialistas em saúde mental e emocional na rede pública ou atendimento a distancia.

Pode ser um grande passo para saber quem você é, o que lhe afeta e como direcionar melhor a sua vida.

Dê adeus ao sedentarismo

O sedentarismo também aumentou em 2020, com as restrições impostas pela pandemia.

E um corpo que não se exercita faz mal para a mente.

Mesmo com restrições que ainda devem permanecer em 2021, é possível fazer um planejamento que espante o sedentarismo.

Alguns estabelecimentos para a prática de atividades físicas podem funcionar sob protocolos sanitários.

Assim, informe-se e, se puder, comece a frequentar e se mexer!

Caminhadas ao ar livre e ciclismo também são opções para não permanecer no sedentarismo em 2021.

Mas procure locais em que tais atividades são permitidas.

Além disso, equipe-se adequadamente e procure fazer as atividades em horários de menor movimento.

De acordo com especialistas, para sair da inércia, exercite-se três vezes na semana, de 40 minutos a uma hora.

Isso já é um plano que manda embora o sedentarismo.

Experimente!

Evite discussões que levam a nada

Em especial, em redes sociais, envolver-se em discussões que não agregam nada, impacta muito na nossa saúde mental.

Evitar isso é cuidar da saúde mental.

Ainda mais com a pandemia, as pessoas passaram a usar mais redes sociais.

Assim, acabaram fazendo desses meios locais para conflitos.

Evite isso, prefira participar de fóruns e outras atividades que realmente acrescente em vez de se desgastar, muitas vezes, com pessoas que você nem conhece ou até com perfis falsos… 

O que NÃO fazer em 2021

Veja o que não fazer mais em 2021 (e em nenhum outro ano).

Tais atitudes que serão elencadas prejudicam a saúde mental e a saúde física.

Assim, faça das dificuldades de 2020, um aprendizado para a vida toda.

  • Não negligencie a sua saúde, a sua alimentação, os cuidados com o corpo e a mente
  • Informe-se, sim, sobre tudo, em especial, sobre a pandemia. No entanto, faça isso com bom senso, procurando fontes confiáveis, sem sensacionalismo e sem exageros.
  • Não se cobre – resolva as pendências as sua vida, da forma que é possível.
  • De novo, não exagere nas atividades profissionais. Use nossas dicas e equilibre a sua vida. Assim você estará 100% saudável, em todos os aspectos, para quando tudo isso passar de vez!

Mais Lidas