Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

7 formas naturais de manter seu intestino saudável

O cólon, também chamado de intestino grosso, é a última etapa do processo digestivo.

Ou seja, é por onde o resto dos alimentos passa antes de ser expelido pelo reto.

Doenças intestinais podem aparecer por causa da genética, mas o estilo de vida é o principal motivo para o desenvolvimento dessas doenças.

Se você tem uma dieta saudável, com certeza, diminui bastante os riscos de sofrer com problemas no cólon.

Outro hábito importante é beber bastante água, a fim de lubrificar o intestino e amaciar todo o material ainda não digerido.

Se você não tem certeza se bebe a quantidade certa de água, observe sua urina.

A urina clara é sinal de que seu organismo está bem hidratado.

Quer mais dicas para fugir de doenças no cólon?

Então lá vão:

1.  Coma alimentos ricos em fibras

Junto com a água, seus intestinos também precisam de muita fibra para formar fezes saudáveis que não fiquem presas no cólon.

A maioria dos médicos recomenda obter fibras de alimentos integrais em vez de suplementos.

Portanto, invista em legumes, nozes, sementes e vegetais.

2.  Melhore sua flora intestinal

Outra ótima maneira de melhorar a saúde do cólon é garantir a saúde e o equilíbrio de microrganismos  presentes no intestino.

Esses microrganismos incluem bilhões de bactérias e fungos que ajudam a decompor os alimentos e neutralizam as toxinas que podem se formar durante a digestão.

O iogurte é a fonte mais conhecida, mas você também pode obter sua dose diária de probióticos de kefir, kombucha, chucrute ou com um suplemento probiótico.

3. Pratique exercícios

A atividade física é uma maneira muito natural de estimular o cólon e manter as fezes em movimento constante.

Um fator de risco para o desenvolvimento de câncer de cólon é um estilo de vida sedentário, então encontre uma rotina de exercícios que funcione para você.

Simplesmente alongar ou caminhar pode fornecer a estimulação necessária para manter uma digestão saudável.

4. Diminua o consumo de alimentos industrializados

Os conservantes encontrados na maioria dos alimentos processados podem causar alterações na flora intestinal.

Isso aumenta a inflamação e o maior risco de desenvolver câncer de cólon.

Portanto, além de fornecer ao seu corpo a fibra de que necessita, uma dieta baseada em alimentos integrais ajudará a evitar aditivos prejudiciais que podem causar estragos em seu cólon.

Cura pela Natureza

CURA PELA NATUREZA – LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

5. Evite consumir alimentos que causam alergia a você

Muitas pessoas sofrem de alergias alimentares leves e nem sequer sabem disso.

Os alimentos que mais costumam causar alergia são: leite, trigo, peixe e ovos.

Os sintomas  incluem erupções cutâneas, congestão, dor abdominal, constipação e diarreia.

Se você sentir um ou mais desses sintomas, logo depois de comer alimentos específicos, evite consumi-los e procure um médico.

6.  Beba chá de gengibre ou hortelã

Esta é uma maneira suave e natural de aliviar a irritação do intestino.

Estes chás podem ajudar com sintomas como gases, inchaço, náusea, diarreia e inflamação.

Elas podem não curar o problema, mas com certeza aliviam os sintomas.

7.  Tome um laxante suave

O gel da babosa é bom, mas nas mulheres grávidas pode causar cólicas abdominais graves, que até podem levar ao aborto.

Por isso o mais recomendável é este: à noite, você vai deixar, na geladeira, três ameixas secas de molho em um copo (200 ml) de água.

Na manhã seguinte, coma as frutas e separe a água.

Esprema um limão, para que o sumo da fruta seja adicionado à água.

Beba a bebida de imediato e em pequenos goles, pois isso estimula o processo digestivo.

Lembre-se de que, ao cuidar da saúde do cólon, você também estará cuidando da saúde geral.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

VEJA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO