Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

7 benefícios do jiló para a saúde – e como tirar o sabor amargo dele

Beneficios do Jiló
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Muita gente pode não gostar do sabor amargo do jiló, mas os seus benefícios à saúde justificam – e muito – o consumo frequente.

Você sabia que o jiló é uma fruta?

E que ele é parente da berinjela, do pimentão e do tomate?

Pois é verdade.

Apesar de seu famoso sabor amargo, o jiló proporciona muitos benefícios à saúde.

É rico em vitamina A, vitamina C e vitamina B, além de minerais como cálcio, magnésio, ferro, fósforo e potássio.

Veja os principais benefícios do jiló para a saúde. 

1. Prevenção de doenças

O jiló tem grandes propriedades anticâncer colorretal e é ótimo no combate à prisão de ventre, resultado do alto teor de fibras .

2. Auxilia no emagrecimento

Com poucas calorias, a fruta é ótima para quem quer perder peso.

Além disso, sua alta quantidade de fibra alimentar promove a sensação de saciedade ao corpo. 

  3. Auxilia na saúde do coração

Fonte de vitamina B1, conhecida como tiamina, o jiló é excelente para o bom funcionamento do coração.

E mais: o potássio, presente em sua composição, atua na regulação da pressão arterial e também ajuda na função cardíaca

4. Controla o diabetes

A fibra contida no jiló ajuda a controlar a absorção de glicose no corpo.   

Isso evita picos e quedas repentinas nos níveis de açúcar no sangue, o que é especialmente perigoso para pessoas que têm diabetes.

5. É bom para a digestão

O jiló causa aumento da secreção de sucos digestivos, auxiliando na digestão de outros alimentos. 

6. Melhora a respiração

O consumo do jiló estimula a salivação, promovendo uma ação bactericida, excelente para a higiene bucal e um hálito saudável

7. Controla o colesterol

O jiló possui compostos bioquímicos conhecidos como flavonoides, antioxidantes que protegem o sangue para combater o aumento do colesterol HDL, que é uma gordura ruim. 

É também um poderoso aliado no tratamento de dispepsia hepática e biliar; é bom para diarreia e anemia e pode ser usado externamente em casos de queimaduras e dermatites.

Como tirar o sabor amargo do jiló

Cortar o jiló em fatias e deixá-lo de molho na água com sal por 15 minutos ajuda a reduzir o amargor. 

Refogá-lo no azeite e na manteiga também deixa o alimento mais fácil de comer.

Mas vale lembrar que é justamente o gosto amargo que a fruta tem que estimula os sucos digestivos e a salivação, que é algo saudável e necessário.

Outra opção é fazer a farofa de jiló:

Ingredientes

  • 5 jilós bem lavados
  • 2 colheres (sopa) de sal
  • Meia xícara de alho-poró
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 copo americano de farinha de mandioca amarela
  • 1 colher (sobremesa) de pimenta-do-reino ralada na hora
  • Meia xícara de água
  • Salsinha a gosto

Modo de preparo

  1. Fatie os cinco jilós bem fininho.
  2. Numa panela pequena, em fogo médio, derreta a manteiga e acrescente o alho-poró. 
  3. Frite até ficar um pouco dourado e macio.
  4. Acrescente os jilós, misture e deixe refogar por uns dois minutos.
  5. Coloque a farinha, misture bem e acrescente a água.
  6. Um pouco antes de desligar, jogue a salsinha por cima.

DEIXE SEU COMENTÁRIO