- PUBLICIDADE -

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

6 dicas para ter axilas sem manchas, hidratadas e saudáveis

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Tenha sempre as suas axilas saudáveis, sem ferimentos e hidratadas com estas dicas de cuidados para esta parte tão sensível do corpo.

Cuidar das axilas é algo que muita gente esquece.

Mantê-las depiladas não é o único cuidado que devemos ter.

Isso porque as axilas cumprem uma função essencial para a saúde de todo o nosso organismo.

É por elas que parte das toxinas do organismo é expelida, em forma de suor.

As axilas ainda têm a função de regular a nossa temperatura corporal, ou seja, elas evitam temperaturas acima e abaixo do recomendado para o ser humano, que fica em torno dos 36ºC.

E qualquer alteração nas axilas pode ser indício de outros problemas de saúde, que vão desde problemas dermatológicos até endócrinos e outros mais sérios.

Portanto, é sempre recomendado que as axilas fiquem sempre saudáveis.

Mas elas são sensíveis, cobertas por uma pele fina.

Assim, se não tivermos alguns cuidados com esta parte do corpo, podemos ter problemas como irritação, ressecamento da pele e obstrução dos poros.

[SIGA O CANAL DO CURA PELA NATUREZA NO TELEGRAM

E tais problemas não são somente estéticos, eles podem influenciar de forma negativa nas funções das axilas para a saúde geral do nosso organismo.

A seguir, você verá alguns cuidados básicos que devemos ter com essa parte do nosso corpo.

Axilas: dicas de cuidados básicos

Limpe adequadamente a região

As axilas devem ser higienizadas de uma a duas vezes ao dia, pelo menos.

Você pode fazer isso na hora do banho.

Além de evitar mau odor causado pelo suor, a limpeza correta cuida da pele sensível das axilas mantém os poros sempre funcionando bem, para drenar as toxinas do organismo.

Uma dica é, sempre que for lavar essa parte do corpo, passar uma esponja bem macia, com movimentos circulares suaves e com bastante sabonete – de preferência hidratante ou espumas e mouses de limpeza corporal.  

Dessa forma, as axilas ficam desodorizadas e os poros livres de obstruções.

Seque bem

Não deixe as axilas molhadas, pois há risco de acumular fungos e outros agentes externos.

Porém, em razão de a pele dessa parte do corpo ser sensível, apenas vá batendo suavemente a toalha na região, até que elas sequem por completo.

Não passe a toalha com rispidez nas suas axilas, pois isso vai agredindo a pele.

E jamais compartilhe toalhas para secar essa parte de seu corpo.

Hidrate as axilas

Hidrate as suas axilas após a limpeza.

Para isso, use cremes hidratantes leves, de preferência para essa região.

Mas você também pode recorrer a produtos caseiros para hidratar, com óleo de coco.

Algumas gotinhas de óleo são suficientes.

Use desodorante antitranspirante sem alumínio

Os desodorantes com alumínio são bons para que as axilas não exalem mau odor.

Mas, por outro lado, o alumínio impede a transpiração, o que pode ser prejudicial à drenagem das toxinas do organismo.

Então, aposte nos antitranspirantes sem alumínio.

Caso você sue muito, intercale os desodorantes com alumínio com aqueles sem essa substância.

Por exemplo, aplique apenas uma vez ao dia os desodorantes antitranspirantes com alumínio, usando apenas uma borrifada em cada axila.

Se precisar aplicar mais no mesmo dia, prefira os sem alumínio.

Além disso, se você suar muito a ponto de ter de recorrer apenas a desodorantes com alumínio, é interessante consultar um médico endocrinologista.

Isso porque o ideal é que essa parte do nosso corpo transpire, mas sem exageros, inclusive no mau odor.

Saiba depilar

Se você depila as suas axilas, evite fazer isso todos os dias, pois pode agredir a pele.

O ideal é depilar com cremes específicos e até gilete. N

o entanto, recomenda-se fazer isso uma vez na semana.

Ocorre que muitas pessoas, em especial, as mulheres ficam com muitos pelos na região e depilar uma vez na semana não resolve esse problema estético.

Neste caso, o melhor é consultar um médico, que pode indicar um tratamento para fazer com que os pelos das axilas cresçam em ritmo lento.

Isso evita ter de depilar as axilas com muita frequência.

E existem receitas naturais para depilar e que também reduzem o crescimento dos pelos.

Veja aqui!

Proteja do sol

Esta região do nosso corpo também deve ser protegida do sol, em qualquer estação, mas principalmente nas épocas mais quentes, quando ela fica mais exposta à ação solar.

Assim, aplique diariamente filtro solar nelas.

isso protege a pele e evita as temidas manchas e o escurecimento da região.

E se for um protetor solar livre de químicas, melhor ainda para as suas axilas!

Mais Lidas