Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

5 melhores alimentos para prevenir o desequilíbrio hormonal nas mulheres (e 5 alimentos a evitar)

Uma dieta equilibrada é importante não só para a pele da mulher, como também favorece a saúde de todo o sistema reprodutivo, contribuindo para o equilíbrio hormonal.

Se você consumir regularmente os nutrientes essenciais, poderia garantir:

– Bom humor

– Muita energia

– Metabolismo equilibrado

– Boa digestão

– Desejo sexual intenso

Mas saiba que, para desfrutar dessas vantagens que só hormônios equilibrados oferecem,  não basta consumir os alimentos certos – tem que se certificar de que a quantidade também é adequada.

Neste post, mostraremos alguns alimentos que são bons para os hormônios femininos, independente do período de vida da mulher, como:

– Jovens no período menstrual

– Mulheres mais maduras que estão começando a enfrentar as dificuldades da ausência de energia física

– Mulheres que estão se preparando para entrar na menopausa

– Mulheres na menopausa

– Mulheres que já passaram pela menopausa

Com a ajuda dos alimentos abaixo, você verá que o corpo produzirá os hormônios de que seu corpo tanto necessita.

1. Iogurte

Rico em cálcio, este lácteo fermentado contém lactobacilos probióticos.

Ou seja, é capaz de aumentar as bactérias saudáveis do intestino.

Além disso, tem vitamina D, que é essencial para o envelhecimento e equilíbrio dos hormônios.

2. Abacate

O abacate é rico em fibras, vitamina B, E, magnésio, potássio, ácido fólico e contém gordura saudável, o que a torna extremamente útil.

3. Peixes gordos

O ômega 3, contido em peixes como sardinha e bacalhau, pode prevenir inúmeras doenças de saúde, incluindo hipertensão, doença inflamatória, cardíaca e depressão.
 
Além disso, ele é benéfico para a saúde das células.

4. Vegetais ricos em antioxidantes

Vegetais, como aipo/salsão, coentro e couve,  são de grande importância para o equilíbrio hormonal.

5. Especiarias termogênicas, como gengibre, alho e canela

Podem fazer a sua pele ficar mais jovem, estabilizar o seu humor, e equilibrar os hormônios.

Por outro lado, há os alimentos que devem ser evitados, como:

1. Açúcar

Pode causar um desequilíbrio hormonal entre as mulheres, além de causar obesidade e diabetes.

O açúcar tem um efeito nocivo sobre o fígado, sistema digestivo e pâncreas.

Também enfraquece o seu sistema nervoso.

No entanto, é bom saber que existem alguns açúcares naturais como o mel, que você deve consumir em quantidades moderadas.

2. Alimentos com alto índice glicêmico

O açúcar presente em massas, como arroz branco e pão francês,  pertence a este grupo de alimentos que têm a capacidade de mudar a maneira como o estrogênio é metabolizado e aumentar os níveis de insulina.

3. Álcool

Ele força os órgãos a trabalhar mais, desidrata o corpo e desencadeia ondas de calor.

Prefira uma taça de vinho no jantar. de vez em quando

No entanto, se ainda assim sentir calor, melhor evitar.

4. Cafeína

Recomenda-se às mulheres que passam pela menopausa que não consumam  cafeína porque ela pode provocar ondas de calor.

Além disso, a cafeína pode causa nervosismo e ansiedade entre as mulheres mais jovens.

5. Soja

A glândula tireoide tem a responsabilidade de produzir e armazenar hormônios que controlam importantes ações do corpo, mas pode ser perturbada pelas fitoestrógenos da soja.

Os hormônios da tireoide mantêm a taxa metabólica equilibrada para converter os alimentos em energia, equilibrar a pressão arterial, regular a taxa do coração e manter a temperatura do corpo estável.

E a soja contêm fitoestrógenos que imitam as funções hormonais que ocorrem naturalmente no corpo.

Assim, é de grande importância evitar o consumo excessivo de soja, pois pode ter efeitos negativos sobre o seu corpo, como alterações de humor, infertilidade, ganho de peso e perda de massa muscular.

A bem da verdade, como quase toda a soja produzida no Brasil atualmente é transgênica, o ideal é você ficar longe deste grão.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO