PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

5 dicas para ajudar seus filhos a terem um melhor desempenho escolar

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Você deve começar a praticar hoje mesmo estas cinco dicas para ajudar seus filhos a terem um melhor aproveitamento na escola.

Não é segredo para ninguém que as crianças de hoje em dia desenvolvem a inteligência cada vez mais cedo.

É comum ver alguns desses pequeninos utilizando aparelhos tecnológicos como tablets e smartphones com mais destreza que muitos adultos.

Mas, para que as crianças se tornem verdadeiramente adultos de sucesso, elas precisam ser orientadas sobretudo pelos pais.

Uma criança que cresce sem direcionamento tende a tornar-se um adulto irresponsável, improdutivo e até mesmo delinquente.

A escola é o principal canal para instruir uma criança por meio da educação formal e assim forjar no pequenino o espírito de cidadania.

Mas, como dissemos, os pais são uma peça indispensável nesse quebra-cabeça, pois são eles que têm o dever de ir além de apenas ajudar os filhos na tarefa de casa, mas também dar instruções de como a criança deve agir para que ela absolva os conteúdos e de fato aprenda.

Neste artigo, trouxemos cinco hábitos que você deve começar a praticar hoje mesmo com seus filhos para que eles tenham um melhor desempenho na escola.

5 hábitos que farão seus filhos irem melhor na escola

Entenda que cada criança é única e que seu filho tem suas particularidades

É comum que muitos pais não tenham paciência com os seus filhos quando as crianças têm dificuldade de aprender algo.

Acontece que esse e outros indicadores podem ser particularidades da criança.

Com a ajuda dos professores do seu filho ou outros profissionais da educação e, quem sabe, até da psicologia, empenhe-se em traçar o perfil do seu filho.

Assim você vai entender quais são as aptidões da criança e a partir daí deverá investir em atividades que incentivem o desenvolvimento do seu filho naquela área.

Sabemos que a educação formal exige uma formação completa com diversas disciplinas de vários segmentos do conhecimento.

Mas, se a sua criança tem facilidade em pintar, por exemplo, você deve incentivá-la a seguir a carreira de artista plástico e não de físico nuclear.

Foque no potencial do seu filho e faça-o entender que ele pode ser muito bom em fazer o que gosta.

Dê a importância necessária ao processo de aprendizagem do seu filho

A educação formal é de suma importância e é indispensável que a criança tenha contato com todas as disciplinas disponíveis.

Mesmo que seu filho tenha aptidão para uma área específica, você deve acompanhar como está o desempenho dele nas matérias ensinadas na escola regular.

Olhe sempre os cadernos da criança, faça perguntas, visite a escola, ligue para os professores…

Esse acompanhamento é essencial porque. além de aferir os níveis de absorcão de conteúdo da criança, irá demonstrar o quão disciplinada ela é em aprender até mesmo o que não gosta muito.

Sente com seu filho e crie um plano de estudos com ele

Em casa, reúna-se com seu filho e crie um plano com um roteiro de estudos a ser seguido.

Elenque as disciplinas que são ensinadas à criança na escola e crie tarefas a serem feitas por ela, a fim de estimular o aprendizado contínuo das matérias.

Por exemplo, separe três horas diárias de segunda a sexta, com um dia de estudos para cada uma das matérias que seu filho tem mais dificuldade.

E então divida as três horas em períodos para leitura, simulados de provas, etc.

Tente dar a criança uma certa autonomia e deixe claro para ela que a responsabilidade de seguir aquele plano à risca é dela.

Porém, mantenha a sua autoridade como responsável pelo seu filho e supervisione de perto se ele está cumprindo com suas obrigações.

Nunca exija demais ou pressione a sua criança

Ninguém produz como deveria sob pressão demasiada.

Se até adultos se cansam e se queixam de pressões e cobranças a todo instante, com as crianças não poderia ser diferente.

Deixe que seu filho tenha seu próprio tempo e demonstre suas habilidades e aptidões com naturalidade.

Não o pressione se notar que ele tem dificuldade em aprender algo, não gosta de certa matéria ou é desatencioso.

Cobre a criança com firmeza, mas com carinho e na hora certa.

Até mesmo os erros que seu filho vier a cometer são essenciais para a sua formação, pois é a tentativa e o erro que levam à excelência.

Estimule o seu filho a se expressar com clareza

A introversão é um fenômeno observado pela psicologia e que denota, entre outras coisas, a dificuldade de um indivíduo de se expressar.

Muitas crianças são introvertidas, pois sentem medo de se expressar e sofrer repreensões, por exemplo.

Faça com que seu filho se abra mais e conte a você tudo o que sente.

Desenvolvendo esse lado da sua criança, você vai entender melhor o que ela aprendeu, do que mais gosta, do que não gosta de fazer e até mesmo problemas que estejam ocorrendo na escola ou em outros ambientes que o seu filho frequenta.

Tornando-se mais presente na vida do seu filho e tendo uma comunicação mais direta e aberta com o pequeno, você saberá de fato o que ele quer ser quando crescer.

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.