Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

5 alimentos que ajudam a melhorar a concentração

Alimentos que melhoram a concentração

Veja neste artigo como melhorar a concentração através dos alimentos

Todos nós sabemos da importância de seguir uma dieta balanceada adequada.

Ela afeta não apenas a nossa saúde e harmonia do corpo, mas também nosso equilíbrio psicológico.

Estresse constante, sobrecarga mental e sono inadequado sobrecarregam o cérebro, agindo negativamente no nível de concentração.

Para o cérebro conseguir trabalhar de forma ativa, ele precisa de vitaminas, minerais e nutrientes.

Mas a boa notícia é que algumas pequenas mudanças já podem melhorar a concentração e ajudar você a se concentrar mais rápido.

Para dar um empurrãozinho à sua rotina de cuidados, preparamos uma lista com cinco alimentos fundamentais, segundo cientistas, que ajudam a diminuir a sobrecarga do cérebro e melhorar a concentração.

Chocolate preto amargo

O chocolate escuro contém cafeína, um estimulante do sistema nervoso central.

Cientistas estudaram a atividade cerebral entre 122 pessoas que comem chocolate.

As pessoas que consomem chocolate com 60% de cacau conseguiram se concentrar de maneira mais eficaz.

Muitas vitaminas e minerais contidos neste produto melhoram a atividade cardíaca, elevam o humor, aumentam o fluxo sanguíneo para o cérebro, forçando-o a trabalhar mais ativamente.

Peixes gordurosos (do mar)

Os peixes ricos em gordura contêm ômega 3, ácidos graxos insaturados que melhoram a condutividade das conexões neurais no cérebro.

Graças a este elemento, as habilidades mentais aumentam, como a memória e a atenção.

Além disso, os ácidos graxos ômega 3 atrasam o envelhecimento e a morte das células cerebrais, prevenindo doenças como a aterosclerose e a demência senil.

Legumes e folhas verdes

As folhas de salsa, couve, rúcula, , coentro, cebolinha, alface, espinafre , acelga e repolho contêm elementos sem os quais seria muito difícil concentrar a atenção.

Além disso, quanto mais escura e rica a cor dos vegetais e ervas, mais ferro, vitaminas B, C, E, ácido fólico e outros elementos importantes para o organismo.

Por isso, vegetais verdes ou ervas devem ser incluídos na dieta diária.

Nozes e sementes

Nozes, pinhões, amendoim, avelãs, sementes de girassol e abóboras são uma fonte de energia importante para o trabalho eficaz do cérebro.

Entre as substâncias benéficas contidas nesses produtos, estão: vitaminas E, B, ômega 3 e ômega 6, magnésio, proteínas vegetais e muitos outros.

A vitamina E retém a elasticidade dos vasos cerebrais e previne a falta de oxigênio; o magnésio protege o cérebro do excesso de esforço.

Além disso, nozes e sementes contribuem para o rejuvenescimento das células e, consequentemente, a melhoria de todas as suas funções.

Água

Sim, a água também alimenta nosso corpo.

E ela é muito importante.

Os cientistas descobriram que mesmo uma mínima desidratação afeta o desempenho mental.

Para um cérebro saudável, uma pessoa precisa beber pelo menos 1,5 litro de água pura por dia.

Mude já sua dieta se quiser melhorar a sua concentração.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO