Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

4 perigos escondidos na carne de porco que a maioria das pessoas não sabe!

A carne de porco faz parte da culinária de muitos países.

As pessoas costumam consumir ela assada ou até mesmo processada, como é o caso dos salsichões.

Dificilmente encontramos alguém que resiste ao bacon ou torresmo, não é mesmo?

Embora seja um alimento consumido há anos e extremamente saboroso para a maioria,  não podemos ignorar o fato de que a carne de porco pode ser muito perigosa.

Os riscos estão na forma como a carne é conservada até chegar à cozinha do consumidor, e a maneira como o alimento é preparado.

Para garantir uma higienização adequada é necessário cozinhar a carne, assim eliminamos as bactérias e os vírus presentes.

É possível que a carne venha de um porco doente, se for o caso, o consumidor pode desenvolver uma série de doenças graves.

Trouxemos quatro bons motivos para você evitar esse tipo de alimento:

1. Triquinose

O Trichinella spiralis é um verme que pode infectar diversos animais, incluindo os porcos.

Se você comer a carne crua ou pouco cozida de um animal infectado por esse verme, pode desenvolver uma doença chamada trequinosis.

O verme se multiplica no intestino e entra na corrente sanguínea, atingindo outros órgãos, como pulmões e cérebro.

Os sintomas são:

– Fraqueza ou dor muscular

– Febre

– Diarreia

– Problemas no coração

– Cólica

O problema é tão sério que pode levar à morte.

Saiba que defumar, salgar e secar a carne não mata os vermes.

– Hepatite E

Esta terrível doença que afeta o fígado é causada por um vírus que pode se alojar no porco.

E mais uma vez: comer a carne crua ou mal cozida, de um animal infectado, é um verdadeiro perigo para nós.

Os sintomas da hepatite são:

– Perda de apetite

– Náuseas

– Cansaço

– Febre

– Urina escura

– Icterícia

As gestantes devem ter cuidado em dobro.

3. Câncer

A carne de porco processada/embutida produzida pelas grandes indústrias é composta por substâncias cancerígenas.

Exemplos de carne de porco processada incluem bacon, salsicha, presunto, mortadela e salame.

Os cânceres mais comuns que a pessoa pode desenvolver consumindo esse tipo de alimento é o colorretal e o intestinal.

Além disso, é possível, também, o desenvolvimento de câncer de pâncreas.

4. Doenças no coração

Além de engordar, a carne de porco faz mal ao coração.

Ela aumenta os níveis de colesterol ruim e o riscos de doenças cardíacas.

A carne processada, como salsicha e bacon, é ainda mais nociva do que a carne vermelha, pois tem mais gorduras saturadas, além de perigosos aditivos alimentares.

Se você tem histórico de problemas no coração, fuja dessa comida!

A carne de porco também favorece males como AVC e obesidade.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM